Menu
Busca quinta, 16 de setembro de 2021

Motoristas da saúde sem receber diárias não trabalharam

Motoristas da saúde sem receber diárias não trabalharam

26 setembro 2013 - 14h50
Ivinoticias



Após não trabalharem em algumas viagens programadas para fora do município, os motoristas da saúde de Ivinhema, conseguiram fazer um acerto com a secretaria de saúde retornaram aos trabalhos ontem, quarta-feira (25).

Conforme apurou o Site Ivinoticias a paralisação aconteceu devido ao não acordo com os motoristas, já que no dia 17 de setembro o Sindicato dos Servidores Públicos de Ivinhema (SINSPIV), protocolou na secretaria de saúde a situação dos motoristas já que eles não tinha condições financeiras de realizar as viagens da saúde, no qual o motorista tem que pagar com recursos próprios a suas despesas nas vagens, além de algumas vezes ter que abastecer para retornar para o município.

A situação é tão lastimável já que o decreto que estipula as diárias é de 2006, e já está muito defasado, no qual as viagens dentro do estado o motorista recebe uma diária de R$ 63,00 já viagens fora do estado é de R$ 107,00, sendo que, por exemplo, um vereador de Ivinhema tem uma diária de R$ 570,00 para dentro do estado e fora do estado é de R$ 800,00.

Diante disso os motoristas que atualmente é um grupo de 15 pessoas, na madrugada desta terça-feira (24) uma parte dos motoristas da saúde ficaram disposição na secretaria, mas não realizaram as viagens programadas paras os pacientes com consultas marcadas em outras cidades. Durante a noite desta segunda-feira (23) os motoristas deixaram o micro ônibus e a Van da saúde no pátio da secretaria, e os motoristas ficaram na frente prontos apenas para atender emergências, pacientes da hemodiálises e vaga zero.

Os motoristas que deveriam receber adiantado de acordo com o decreto de 2006 usam recursos próprios nas viagens e ainda acabaram não sendo reembolsados. Após a reunião com a secretaria de saúde Ana Claudia Costa Bühler, os motoristas e a presidente do sindicato Irene acertaram para retomar amanhã os serviços, após serem apresentados os depósitos das diárias nas contas dos motoristas e estipular um dia fixo para realizarem o pagamento das diárias ficando para todo dia 15 de cada mês.

De acordo com Irene a luta ainda pela classe e outras categorias continua e uma das questões é resolver a defasagem das diárias dos motoristas que já foi repassada para o prefeito mais ainda não teve uma solução.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPERAÇÃO PROLEPSE
PMA autuam um assentado em R$ 60 mil por incêndio no Pantanal
SAÚDE
Mato Grosso do Sul recebe mais 85.240 doses de vacina contra a Covid-19
EDUCAÇÃO
Prazo para unidades prisionais aderirem ao Enem PPL termina amanhã
ECONOMIA
Governo encaminha ao Congresso plano de redução de benefícios fiscais