sexta, 23 de fevereiro de 2024

MS ocupa 5ª posição em homicídios de mulheres

09 maio 2012 - 08h31Por Jornal do Povo
Um estudo divulgado no começo desta semana coloca Mato Grosso do Sul na quinta posição entre os estados brasileiros com maior índice de homicídios de mulheres. De acordo com a pesquisa, intitulada “Mapa da Violência de 2012: Homicídios de Mulheres no Brasil”, em 2010, 74 mulheres foram assassinadas no estado. O resultado equivale à taxa de 6,0 mulheres para cada grupo de 100 mil habitantes.

Mato Grosso do Sul fica atrás apenas de estados como Espírito Santo, com a maior taxa de crimes contra mulheres, 9,4 para cada 100 mil habitantes (171 mulheres foram assassinadas em 2010); Alagoas, com a taxa de 8,3; Paraná com 6,3; e Paraíba, com taxa de 6,0 crimes a cada grupo de 100 mil (117 homicídios registrados contra mulheres).

O estudo mostrou, entretanto, que boa parte dos crimes acontece longe da capital do Estado. No ranking realizado entre as capitais brasileiras, a taxa de homicídios femininos aparece abaixo da média nacional e coloca Campo Grande na 24ª posição. Em 2010, 22 mulheres foram registradas na capital, o que equivale à taxa de 3,3 a cada 100 mil habitantes. Porto Velho aparece em primeiro lugar com a maior taxa de assassinatos de mulheres no Brasil, 12,4 para cada grupo de 100 mil habitantes (13 homicídios). Rio de Janeiro (taxa de 5,2) e São Paulo (4,8) aparecem, respectivamente, na 19ª e 20ª posição.

MUNICÍPIOS

O estudo apontou ainda os 97 municípios com taxa acima de oito homicídios em 100 mil mulheres em todo o Brasil. Em Mato Grosso do Sul, Ponta Porã foi citada. Conforme o Mapa da Violência, entre os anos de 2008 a 2010, 17 mulheres foram assassinadas no município sul-mato-grossense - sete delas apenas no último ano pesquisado. O resultado colocou a cidade, que conta com 39,3 mulheres, em 10º lugar no ranking, com a taxa de 17,8 para cada 100 mil pessoas do sexo feminino.

Pelo levantamento, a cidade em que mais se assassinam mulheres é Paragominas (PA). Nesse município, composto por 48,552 mulheres, 12 homicídios feminino foram registrados apenas em 2010 (27 nos três anos pesquisados), o equivalente a uma taxa de 24,7 a cada 100 mil habitantes.
Em nota, o Instituto Sangari, responsável pelo levantamento, informou que o estudo levou em consideração apenas os municípios que, segundo o Censo de 2010, contavam com mais de 26 mil mulheres. Ao todo, 578 municípios foram estudados.

BRASIL
A pesquisa foi coordenada pelo sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, com o objetivo de traçar um panorama da violência contra mulheres no País. De acordo com o resultado, de 1980 a 2010, 91.932 mulheres foram assassinadas - quase a metade (43.486) apenas na última década. O número de mortes faz do Brasil o sétimo com maior índice de homicídios de mulheres entre 84 países.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL

Correios distribuirão provas do Concurso Unificado

ECONOMIA

Vendas do Tesouro Direto sobem 13% em janeiro

INFRAESTRUTURA

Governo de MS mantém ações voltadas ao desenvolvimento de Ponta Porã

SAÚDE

Grupo vai subsidiar políticas de enfrentamento de mortes no trabalho