Menu
Busca segunda, 21 de junho de 2021

MS perde R$ 170 milhões de indústria de vacinas para o Ceará

01 maio 2012 - 19h21Por Correio do Estado
Mato Grosso do Sul perdeu investimento de R$ 170 milhões na construção de uma indústria de vacinas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para o Ceará. Segundo o médico infectologista e coordenador da instalação de uma base da fundação no Estado, Rivaldo Venâncio, uma das principais razões que afastou o investimento foi a falta de infraestrutura da área em que a sede da Fiocruz de MS está instalada. “A rua não tem asfalto e é tomada por mato. Na avaliação deles [Ministério da Saúde], o local não tem condições sequer de disputar a instalação da fábrica”, afirmou.

A iniciativa da Fiocruz em abrir uma nova fábrica de vacinas é para expandir esse tipo de serviço e retirá-lo do eixo Rio-São Paulo. Mato Grosso do Sul, através dos pesquisadores da entidade que atuam aqui, se candidataram para receber a unidade, mas o pedido foi negado e o anúncio da construção da fábrica na cidade de Eusébio, no Ceará, foi feito no dia 4 de abril.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
Camionete roubada em Brasília é apreendida pelo DOF
OPORTUNIDADE
Processo Seletivo para contratação de Analista de Medidas Socioeducativas está com inscrições aberta
INVESTIGAÇÃO
Polícia descarta latrocínio e investiga morte de mulher em Dourados por execução
LAGUNA CARAPÃ
Homem que seguia para Campinas com mais de 70 quilos de maconha foi preso pelo DOF