sexta, 08 de dezembro de 2023

Nadadores sul-mato-grossenses são convocados para disputar o Pan do México

31 agosto 2011 - 14h00
Nadadores sul-mato-grossenses são convocados para disputar o Pan do México


Midiamax

Os nadadores sul-mato-grossense Lucas Kanieski (Minas Tênis) e Leonardo de Deus (Pinheiros) foram convocados pela CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) para disputar os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. A seleção brasileira vai para o México repleta de estrelas, como Cesar Cielo, Felipe França e Thiago Pereira.

No total, serão 40 nadadores, sendo 21 mulheres e 19 homens, que tentarão repetir a bela campanha dos nadadores brasileiros no Pan do Rio de Janeiro, quando o Brasil conseguiu dez medalhas de ouro, sete de prata e nove de bronze. O desempenho tinha sido ainda melhor, mas Rebeca Gusmão perdeu seus resultados após ser flagrada no antidoping.

Os classificados para o Pan foram decididos pelos melhores tempos de cada prova nas três competições classificatórias: Pan-Pacífico de 2010, Tentativa para o Mundial e Troféu Maria Lenk deste ano.

Leonardo nasceu em Campo Grande em 1991, mas mudou-se em 1996 para Belém (PA), onde teve seu primeiro contato com a natação. Especialista nos 200 metros borboleta, o atleta venceu o multicampeão olímpico Michael Phelps na eliminatória da prova do Mundial de Esportes Aquáticos de Xangai, na China, em julho, ao cravar a segunda melhor marca (1min55s55) entre os 16 concorrentes.

Já Lucas Kanieski foi revelado no Aquacenter, de Dourados, com o técnico Ben Hur Laprano. Os bons resultados em competições estudantis o levaram, ainda jovem, para o Minas Tênis. Ao lado do baiano Luis Rogério Arapiraca, o douradense é a esperança de medalha para o Brasil nos 1.500 metros. (Com informações do R7)

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE

Incorporação de vacina contra dengue ao SUS deve sair ainda este ano

SAÚDE

Casos de dengue no Brasil aumentam 17,5% em 2023

ECONOMIA

Diesel mais barato a partir desta sexta-feira nas distribuidoras

ECONOMIA

Poupança tem retirada líquida de R$ 3,31 bilhões em novembro