Menu
Busca terça, 03 de agosto de 2021

Polícia suspeita que morte de PM em MS tenha sido acerto de contas

04 outubro 2011 - 14h40
Polícia suspeita que morte de PM em MS tenha sido acerto de contas

G1

A Polícia Civil suspeita que a morte do policial militar aposentado, de 40 anos, na tarde desta segunda-feira (3), em Campo Grande, tenha sido um acerto de contas. De acordo com informações do delegado Devair Aparecido Francisco, da 4ª delegacia de Polícia Civil, os indícios do homicídio apontam para uma execução.

Segundo o delegado, a vítima, que estava armada com uma pistola calibre 765, foi a borracharia na manhã desta segunda-feira (3), para consertar o pneu de sua moto. Por volta das 17 horas, o policial aposentado voltou para pagar o serviço. Ele então, aproveitou para procurar um pneu para seu carro. No momento em que estava abaixado, foi atingido por cinco tiros de calibre 38, todos nas costas.

No momento do homicídio, quatro funcionários estavam na borracharia, mas segundo eles, a ação foi tão rápida, que não conseguiram ver o suspeito. Eles disseram a polícia que o autor atirou sempre mirando na vítima.

Vídeo
De acordo com o delegado, a câmera de segurança de uma farmácia, que fica ao lado da borracharia, flagrou a ação dos suspeitos. Eram dois homens, que estavam em uma moto.

Segundo a polícia, eles passaram pelo local uma vez antes do crime. Nas imagens registradas pouco antes do homicídio, aparece o passageiro da moto em pé e sem capacete, andando em direção a borracharia.

O delegado revelou que as imagens não são muito boas, porém, com tratamento, poderão ser usadas nas investigações. Principalmente pelo fato de o principal suspeito, ter aparecido nas imagens sem capacete, o que aumenta a possibilidade de identificação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Ocorrências violência doméstica "evolui" e trio acaba preso por tráfico e furto pela PM
POLÍCIA
Polícia Militar apreende 61 kg de maconha em veículo furtado no estado de São Paulo
BRASIL
Vendas de automóveis têm queda de 8,4% em julho comparado a 2020
BRASILÂNDIA
Polícia Civil estoura entreposto de cigarros contrabandeados do Paraguai e prende casal