terça, 27 de fevereiro de 2024

População de MS gerou 48,2 t de lixo a mais em um ano

População de MS gerou 48,2 t de lixo a mais em um ano

09 maio 2012 - 15h20
G1 MS


Em um ano, a população sul-mato-grossense gerou 48,2 toneladas de lixo a mais, de acordo com Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil, divulgado nessa terça-feira (8) pela Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe). Em 2011, foram geradas 905,5 mil toneladas, enquanto que ano anterior, o total foi de 857,3 mil toneladas.

Dos resíduos gerados durante o ano passado, 87,8% foram recolhidos no estado. Porém, de acordo com o estudo, 73,3% do lixo foram destinados de maneira inadequada.

Os aterros controlados, que não têm tratamento de chorume ou controle dos gases de efeito estufa produzidos em sua decomposição, receberam 49,5% dos resíduos e os lixões, 23,8%. Apenas 26,7% dos resíduos sólidos gerados tiveram aterros sanitários como destino.

Por dia, segundo o panorama, cada habitante sul-mato-grossense gerou 1,026 quilo de lixo em 2011, enquanto em 2010, a contribuição foi de 0,999 quilo de resíduos diários.


Lixo hospitalar
A quantidade de lixo hospitalar gerada em Mato Grosso do Sul também aumentou em um ano. Segundo o estudo, em 2011, os resíduos de serviços de saúde totalizaram 1.265.455 de toneladas, enquanto que no ano anterior, o total foi de 1.230.780 toneladas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE

País tem quase 20 mil novos diagnósticos de câncer de pênis em 9 anos

CONSUMIDOR

Projeto proíbe comprar imóveis, carros e obras de arte com dinheiro vivo

SAÚDE

Brasil já registra metade dos casos de dengue contabilizados em 2023

GESTÃO PÚBLICA

Titular da pasta de parcerias estratégicas de MS recebe prêmio nacional de infraestrutura na B3