Menu
Busca quarta, 04 de agosto de 2021

"Prefiro ter um filho veado do que um filho marginal", diz Valesca Popozuda

"Prefiro ter um filho veado do que um filho marginal", diz Valesca Popozuda

02 outubro 2011 - 19h39Por UOL
Raquel Pacheco resolveu falar sobre homossexuais na madrugada de domingo (02). Escutada por Marlon e Valesca Popozuda, ela enalteceu qualidades comuns aos gays em sua opinião. "Gay é ideal. Ele tem a lealdade masculina com a sensibilidade de uma mulher". A ex-garota de programa também lamentou a falta de um participante homossexual nesta edição do reality.

Em seguida, os peões passaram a falar de preconceito e Marlon questionou Valesca sobre o que ela faria caso seu filho, de 12 anos, fosse gay. Sem titubear, a funkeira respondeu que aceitaria e entenderia a opção sexual. "Claro que eu vou aceitar. Prefiro ter um filho veado do que um filho marginal", declarou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS
Mato Grosso do Sul recebe 62.230 doses de vacinas contra Covid-19
POLÍTICA
CPI: Marcelo Blanco diz que negociava vacinas para setor privado
EDUCAÇÃO
Processo seletivo da UEMS 2022 terá vagas para vestibular, Sisu e Enem
ESPORTES
Olimpíada: em treze dias, Brasil soma 15 medalhas, sendo 4 de ouro