Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021

PRF vai usar até helicópteros para flagrar abusos de motoristas no carnaval

PRF vai usar até helicópteros para flagrar abusos de motoristas no carnaval

13 fevereiro 2012 - 18h20Por Agência Brasil
Começa na próxima sexta-feira (17) a Operação Carnaval 2012 da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em todas as rodovias federais do país. O objetivo da operação, que vai até a meia-noite de domingo (26) é aumentar coibir abusos dos motoristas e aumentar a segurança nas estradas durante a maior festa popular do país.

Os policiais rodoviários federais vão contar, inclujsive, com apoio de helicópteros. As rodovias federais que cortam o estado do Rio serão patrulhadas por uma dessas aeronaves, que chegou de Brasília em janeiro. Com o helicóptero, vai ficar mais fácil para os agentes identificarem motoristas infratores.

Outra novidade da operação deste ano vai ser a proibição do trânsito de carretas na Ponte Rio-Niterói e em parte da BR-101, entre os municípios de São Gonçalo e Itaboraí, na região metropolitana do Rio de Janeiro. A proibição do tráfego para veículos pesados tem dias e horários definidos: sexta-feira (17) e sábado (18), das 6h às 19h.

Na quarta-feira de cinzas (22) e no domingo seguinte (26), quando o tráfego de retorno do feriado será mais intenso, a interrupção será de meio-dia às 22h. A PRF também vai aproveitar as abordagens policiais para fazer uma campanha educativa.

Segundo informou a assessora de imprensa da corporação no Rio de Janeiro, Marisa Dreys, serão distribuídos cartões postais que os motoristas poderão enviar, pelos Correios, aos amigos e parentes sem pagar nada. “Esses cartões postais comparam o poder letal de uma arma [de fogo] ao de uma pessoa que dirige e conduz um veículo de forma irresponsável.

Ele [o motorista] pode endereçar [o cartão] a um amigo qualquer e a Polícia Federal põe no correio e paga o selo”, explicou Dreys. Na operação de carnaval do ano passado, a PRF registrou mais de 370 acidentes só nas rodovias federais do Rio de Janeiro. A expectativa é que esse número caia sensivelmente com os investimentos e as novas ferramentas que os agentes já empregam no trabalho de fiscalização.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Pfizer entrega mais 1,3 milhão de doses de vacina ao Brasil
CULTURA
Festival da Literatura Indígena terá palestras, oficinas e música
ECONOMIA
Crescem reclamações sobre cobranças indevidas de crédito consignado
POLÍCIA
PMA de Dourados prende e autua dois pescadores por pesca e transporte de pescado ilegal