Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021

Produção de veículos montados no país cresce 4,3% no ano

04 agosto 2011 - 10h37Por Folha
A produção de veículos montados no Brasil cresceu 4,3% no acumulado dos sete primeiros meses deste ano (2,018 milhão de unidades) ante o mesmo período em 2010, segundo os dados divulgados nesta quinta-feira pela Anfavea (associação das montadoras).

Considerando apenas julho (307,2 mil), houve avanço de 3,9% ante junho e de 5,7% no comparativo com igual intervalo no ano passado.

A entidade passou a divulgar, a partir de maio, dados apenas de automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões montados, pois o critério de unidades desmontadas não era uniforme entre as empresas que repassam as informações.

Já as exportações de veículos montados somaram 46,5 mil em julho, com aumento de 27,2% em relação ao mês anterior e de 20,1% no confronto anual. No acumulado (296,4 mil), houve um incremento bem menor (5,3%).

O número de empregados nas montadoras somou 124.428 trabalhadores ao final do mês passado, superando o patamar contabilizado em junho (123.816).

Levando em conta também os funcionários em fabricantes de máquinas agrícolas, a indústria empregava 143.655 pessoas, também acima dos 142.709 registrados no mês anterior.

EMPLACAMENTOS

As vendas de veículos novos bateram mais um recorde no acumulado do ano, com o emplacamento de 2,043 milhões de unidades. Essa quantidade representa uma expansão de 8,6% sobre igual período em 2010, que detinha a melhor marca até então.

Considerando apenas julho, foram licenciados 306,2 mil automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões, com o resultado também atingindo uma nova marca para o mês. O número aponta quase estabilidade ante junho (0,6%) e sobre o mesmo intervalo no ano passado (1,3%).

O Brasil fechou o semestre na quinta posição no ranking mundial de venda de carros, de acordo com a lista da Jato Dynamics, liderada pela China. Em seguida aparecem Estados Unidos, Japão e Alemanha.

Ontem o governo anunciou que vai reduzir a alíquota de IPI (Imposto sobre Produto Industrializado) para as montadoras instaladas no Brasil até julho de 2016 no intuito de estimular a competitividade e um maior número de componentes nacionais nos veículos. O percentual, no entanto, ainda será anunciado por meio de decreto. Em nota, o Ministério da Fazenda informou que o incentivo tributário "será com base em critérios ainda não definidos que estão sendo discutidos entre o governo e o setor".

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Covid-19: país tem 15,5 milhões de casos acumulados e 434,7 mil mortes
TECNOLOGIA
Começa a valer hoje nova política de privacidade do WhatsApp
MEIO AMBIENTE
Polícia Militar Ambiental de Bonito captura seriema com perna quebrada
AGEPEN
Por intermédio da Agepen, primeira certidão de nascimento digital de preso indígena é emitida em MS