Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021

Puccinelli afirma que ainda não decidiu se participará da campanha em Dourados

18 dezembro 2011 - 10h13Por CG News
O governador André Puccinelli (PMDB) declarou na manhã de sábado, durante inauguração do Parque Linear do Lagoa, que ainda não decidiu se participará ou não da campanha política para a escolha do prefeito de Dourados em 2012.

“Não disse que não vou fazer campanha. Pode ser que vá e pode ser que não. Não quero brigaiada”. O governador afirma que o problema não é o enfrentamento, mas sim o fato dos pré-candidatos Delia Razuk, Geraldo Resende e Marçal Filho, ambos do PMDB, e o prefeito Murilo Zauith (PSB), serem bons companheiros.

Puccinelli já falou por diversas vezes que não vai se meter no processo político em Dourados, garantindo que a decisão ficará por conta do PMDB municipal. Entretanto, defendeu em algumas ocasiões que o partido deveria apoiar o atual prefeito, que já foi seu vice-governador no primeiro mandato.

O deputado federal Geraldo Resende, que lidera a preferência entre os pré-candidatos do PMDB, se diz contrário a uma aliança por entender que o PMDB precisa mostrar a cara, já que há 20 anos só apóia prefeitos, sem concorrer diretamente. Na inauguração do Complexo Imbirussu-Serradinho, no mês passado, ele chegou a declarar ao Campo Grande News que não vê problemas em uma aliança com Zauith, desde que o escolhido passe pelo critério de pesquisas.

O atual prefeito de Dourados já declarou que espera a manutenção da aliança com o PMDB, pois não quer ficar fora do grupo político que, segundo ele, garantiu grandes êxitos, como eleições tanto do governador André Puccinelli, quanto do atual prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho. Atualmente, o PMDB é o único partido entre os considerados grandes que fala em candidatura própria em Dourados, tendo em vista que lideranças do PT, incluindo o deputado Laerte Tetila, defendem o apoio a Zauith, para continuidade no trabalho e evitar que o Município tenha cinco prefeitos em três anos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Presidente diz que valor de auxílio foi decidido com responsabilidade
DIREITOS HUMANOS
Morte violenta atinge 6,97 mil crianças e adolescentes por ano no país
LEGISLATIVO DE MS
Neno Razuk solicita a SES estudos para implantação de mutirão de vacinação contra COVID-19
POLÍTICA
CCJ da Câmara aprova suspensão de validade de concursos na pandemia