Menu
Busca quarta, 04 de agosto de 2021

Revista mostra quais os deputados que mais gastam com telefone no MS

23 outubro 2011 - 20h59Por GD News
A revista Época fez o ranking dos deputados federais que mais gastam com ligações telefônicas no Brasil. De janeiro à agosto desse ano, os deputados federais brasileiros gastaram R$ 13,9 milhões, pagos com o dinheiro do contribuinte.

Pelo tanto que eles falaram, se essas ligações fossem feitas de um único aparelho ao preço de uma ligação local (R$ 0,09) daria para falar 298 anos. O deputado que mais gastou foi Adair Cunha (PT-MG): R$ 12.463,13.

Usando o mesmo princípio, a revista foi em busca dos gastos dos oito deputados do Mato Grosso do Sul na Câmara Federal. Vander Loubet (PT) foi aquele que gastou mais: R$ 48.790,00, média mensal de R$ 6.098,00. Ele ficou entre os 50 que mais falam ao telefone no Brasil entre os 513 deputados brasileiros.

Atrás dele vem o douradense do PMDB Geraldo Resende, tendo gastado R$ 33.228,00, media mensal de R$ 4.153,00. O companheiro de partido dele, também douradense, Marçal filho teve um gasto total de R$ 31.142,00, média mensal de R$ 3.926.

Já o tucano (PSDB), Reinalo Azambuja gastou até o mês de agosto R$ 25.855,00, média deR$ 3.231 por mês. De Campo Grande, Fábio Trad (PMDB) teve um gasto de R$ 21.219,00 ou aproximadamente R$ 2.652,00 por mês.

Do PR, Edson Girotto usou R$ 19.571,00 em telefonemas, média de R$ 2.446,00 ao mês. Luiz Henrique Mandetta do DEM foi o penúltimo que menos gastou. Foram R$ 13.473,00 em ligações por mês. O que gastou menos foi Antônio Carlos Biffi (PT), R$ 12.988,00 de janeiro à agosto ou oito vezes de R$ 1.623,00.

Os representantes sul-matogrossenses falaram 286.811 minutos, o equivalente à 199 dias de ligações 24h por dia. Os deputados são obrigados a tornar públicos seus dados no Portal da Transparência.

Deixe seu Comentário

Leia Também

HABITAÇÃO
Entrega de títulos de moradias proporciona direito e conquista para centenas de sul-mato-grossenses
ECONOMIA
Trabalho remoto gerou economia de R$ 1,4 bi no Executivo federal
ESTADO
Apesar da pandemia, MS terá o maior crescimento do PIB no país
DOURADOS
Ocorrências violência doméstica "evolui" e trio acaba preso por tráfico e furto pela PM