Menu
Busca sábado, 31 de julho de 2021

TCU encontra irregularidades em obras públicas que somam R$ 2,6 bilhões

TCU encontra irregularidades em obras públicas que somam R$ 2,6 bilhões

05 novembro 2011 - 07h50
Agência Brasil

O Tribunal de Contas da União (TCU) informou irá julgar, na manhã de terça-feira (8), o relatório da fiscalização de 230 obras financiadas com dinheiro público analisadas pelo órgão em 2011. Caso aprovadas no julgamento, as correções propostas pelos auditores no Fiscobras 2011 podem gerar uma economia de até R$ 2,6 bilhões aos cofres públicos.

O Fiscobras é um plano de fiscalização anual que verifica a execução de obras financiadas total ou parcialmente por recursos da União. A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) determina, desde 1997, que o TCU encaminhe anualmente um relatório para o Congresso Nacional com o resultado na análise. A seleção dos empreendimentos que serão vistoriados obedece a critérios contidos na LDO, entre eles, o próprio histórico de irregularidades.

As principais irregularidades identificadas em 2011 foram sobrepreço, superfaturamento e projeto básico deficiente. Após julgado, o relatório será enviado ao Congresso Nacional e as informações irão subsidiar discussões da distribuição de recursos para o próximo ano na Comissão Mista de Orçamento.

No ano passado, o TCU enviou ao Congresso um relatório com irregularidades em 40 obras. Dessas, 34 foram identificadas com problemas graves que recomendavam a suspensão da execução para evitar dano ao Erário. Hoje, 13 continuam na mesma situação. As obras foram fiscalizadas novamente este ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Covid longa: pacientes 'recuperados' podem ter problemas de raciocínio e memória, aponta pesquisa
SANEAMENTO
Para garantir água tratada a moradores, Governo do Estado investe em poços nos distritos de MS
ESPORTES
Brasil vence Egito e vai à semifinal do futebol masculino olímpico
ECONOMIA
Com inflação em alta, renda das famílias para consumo é a menor desde 2005