Menu
Busca sábado, 08 de maio de 2021

Visitação ao Aquário do Pantanal deve começar em junho de 2014

03 janeiro 2013 - 16h10
Campograndenews



A visitação ao Aquário do Pantanal, que está sendo construído no Parque das Nações Indígenas, deve ser aberta em junho de 2014, afirmou o governador André Puccinelli (PMDB), durante visita às obras na manhã desta quinta-feira.

Com a previsão de entrega até o final deste ano, Puccinelli explicou que os primeiros seis meses de 2014 serão dedicados a coleta dos peixes que vão compor o Aquário, além da quarentena a que serão submetidos para evitar possível transmissão de doenças.

O funcionamento do Aquário, que ainda terá parcerias entre Governo do Estado e universidades, deve ter a entrada explorada mediante concessão. A ideia inicial é de que determinados dias, no período da manhã, a visitação seja exclusiva aos alunos da rede estadual de ensino e durante a tarde, aos estudantes do ensino municipal.

Na manhã de hoje, enquanto fiscalizava o andamento da construção, Puccinelli destacou que as obras já estão 50% prontas, segundo o cronograma de serviço e que por ser uma obra emblemática, as fiscalizações serão intensificadas a medida em que avança a construção.

Ao dizer que grandes construções sempre aparecem problemas, o governador chegou a dizer que as visitas que antes aconteciam a cada três meses, passaram a ser bimestrais, até chegar na frequência de hoje, de visitar quinzenais.

Puccinelli destacou ainda que na reta final da construção, haverá a necessidade de reuniões semanais.

O Aquário do Pantanal pretende abrigar 263 espécies de peixes, entre as pantaneiras de escama e couro. Com uma área de 18,6 mil metros quadrados o espaço vai abrigar 24 tanques de aquários, somando um volume de água de aproximadamente 6,6 milhões de litros.

No Parque das Nações Indígenas, a área construída, vai ocupar, quando finalizada, 10 mil m2, incluindo além dos aquários, laboratório, biblioteca e um espelho d’água na parte externa onde ficarão jacarés e plantas típicas da flora pantaneira.

Serão aproximadamente sete mil animais em exposição, subdivididos em mais de 200 espécies, entre peixes, invertebrados, répteis e mamíferos.

A expectativa do Governo é de que o Aquário deverá aumentar significativamente o movimento de turistas, beneficiando também o setor hoteleiro, transportes aéreos e afins. O espaço servirá ainda como maior centro do País de difusão do conhecimento sobre a biodiversidade pantaneira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Segunda etapa da vacinação contra influenza começa na próxima semana
CRIME AMBIENTAL
PMA de Bonito e Iagro autuam dono de chácara em R$ 2,6 mil por criação ilegal de javalis
SAÚDE
Pesquisa revela que 1,3 mil municípios ficaram sem segunda dose
Número representa 45% das prefeituras que responderam à sondagem
MS
Ex-marido acusado de feminicídio vai a júri popular