Menu
Busca segunda, 02 de agosto de 2021

Viúva Negra é condenada a 18 anos por matar marido

Viúva Negra é condenada a 18 anos por matar marido

27 agosto 2011 - 14h18Por Terra
Heloísa Gonçalves Duque Soares Ribeiro, 61 anos, conhecida como Viúva Negra, foi condenada à revelia, nesta sexta-feira, a 18 anos de prisão em regime fechado pela morte de um de seus maridos, em fevereiro de 1992. Foragida, ela não compareceu ao 1º Tribunal do Júri, no centro do Rio de Janeiro.

Segundo assistentes da promotoria, a Interpol localizou a ré nos Estados Unidos. O Disque-Denúncia oferece R$ 11 mil por dados que levem à prisão da Viúva Negra, a maior recompensa desde que o serviço foi criado no Rio. As informações são da Rádio CBN.

O Ministério Público sustentou, ao longo de todo o julgamento, que a mulher queria ficar com os bens da vítima, cujo advogado tentou, sem sucesso, impedir a sessão alegando que o crime cometido pela cliente foi anterior à vigência da Lei da Cadeira Vazia, que autoriza a realização do júri sem a presença do réu.

O júri, marcado inicialmente para julho, havia sido adiado para que Heloísa fosse intimada. Ela já foi condenada a mais de quatro anos de prisão pela 19ª Vara Criminal por outro homicídio e ainda responde por mais duas mortes e uma tentativa de assassinato. Entre as vítimas, estão um ex-namorado e três maridos. Ela faltou a outros quatro julgamentos no 1º Tribunal do Júri.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Com reforço no efetivo, a 1ª DP de Corumbá realiza operação para cumprir mandados de prisão
ECONOMIA
País pode ser principal player para investimentos verdes, diz ministra
JUSTIÇA
Ex-presidentes do TSE divulgam nota em defesa do processo eleitoral
SAÚDE
Secretaria Estadual de Saúde pode ampliar grupos prioritários de vacinação