Menu
Busca sábado, 16 de outubro de 2021

Depois de 21 anos pai e filho se reencontram em Maracaju

17 agosto 2011 - 15h50Por Tudo do MS

Depois de 21 anos pai e filho se reencontram em Maracaju

Alex Cabreira Martinez, 22 anos, foi adotado após a separação dos pais biológicos, quando tinha um ano de idade, pelo casal morador de Maracaju, José Leonor, 58 anos, e Maria de Lourdes, 58 anos, casados há 39 anos e hoje preparou encontro do filho com pai biológico, Carlos Santiago Martins, que foi localizado na cidade de Juti.

O casal Maria de Lourdes e José Leonor, contou que, depois da adoção, nunca mais Alex teve contato com o pai biológico, mas nunca esconderam do filho a adoção. Passados 21 anos, José Leonor relatou que percebeu que o filho passou a fazer perguntas e demonstrou vontade em conhecer o pai biológico.

“Meu filho já tem 22 anos e quando o adotei tinha um ano de idade. Do ano passado para cá percebi que ele estava aflito e gostaria de saber onde encontrar o pai, mas só agora, 21 anos depois, o encontro vai ser possível. Deus preparou este encontro. Foi através do patrão do meu filho que localizamos o Carlos”, contou José Leonor.

Edson Nunes, o patrão de Alex, conseguiu localizar Carlos através de uma busca na internet e encontrou dois endereços, um na cidade de Dourados e outro na cidade de Juti. Da mesma maneira foi localizada a mãe biológica de Alex, que acabou por confirmar a localização do pai. Para marcar o reencontro, a família promoveu um churrasco na manhã deste domingo, Dia dos Pais

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Butantan recebe autorização para iniciar testes de soro anti-covid
GERAL
Com a estabilidade da Covid-19, SES retorna com reunião da CIB de forma presencial
ECONOMIA
Trabalhadores nascidos em setembro já podem sacar auxílio emergencial
BOLETIM COVID
Ocupação de leitos por casos confirmados de Covid-19 está abaixo de 10% em todas as macrorregiões