Menu
Busca sexta, 23 de julho de 2021
TOYOTA YARIS HB DOURAMOTORS - Julho 2021
JUSTIÇA

Júri de sobrinho acusado de matar tio pelas costas será nesta sexta-feira

22 outubro 2020 - 15h30Por TJMS

Será realizado nesta sexta-feira (23), a partir das 8 horas, pela 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, o julgamento do sobrinho que matou o tio em razão de desavenças comerciais. O acusado disparou contra a vítima enquanto esta se dirigia ao carro para ir embora.

Segundo consta na denúncia, sobrinho e tio geriam um negócio, porém estavam passando por desentendimentos comerciais. No dia 16 de julho de 2019, o homem de 47 anos teria, então, ido ao estabelecimento localizado na Rua Marquês de Lavradio e discutido com seu sobrinho. Quando já voltava para o carro, a fim de deixar o local, o sobrinho de 32 anos sacou uma arma que estava escondida em suas costas e efetuou cerca de nove disparos a curta distância, matando-o. O comerciante fugiu logo em seguida.

Com a ajuda das câmeras de vigilância do comércio, a polícia conseguiu identificá-lo como autor dos disparos. Por duas vezes, sua defesa informou que ele compareceria espontaneamente na delegacia, o que não ocorreu. Por este motivo, a autoridade policial requereu a decretação de prisão do suspeito. Ele foi capturado no dia 22 daquele mesmo mês.

Durante a instrução processual, o acusado alegou sofrer ameaças por parte do tio, tendo agido em legítima defesa sua e de sua família. No dia 23 de março, o juiz titular da 2ª Vara do Júri, Aluizio Pereira dos Santos, pronunciou-o no crime de homicídio qualificado pelo recurso que dificultou a defesa da vítima.

O agendamento da sessão de julgamento pelo júri, porém, teve que aguardar diretrizes que permitissem sua realização, tendo em vista a suspensão de diversas atividades do Judiciário em razão da pandemia de Covid-19. Por fim, em setembro deste ano, o julgamento foi marcado para o mês seguinte, mais especificamente, dia 23 de outubro.

O acesso ao plenário do júri durante julgamentos, contudo, ainda possui restrições, a fim de se evitar contágio pelo novo coronavírus. Assim, a defesa do acusado requereu ao juízo autorização para entrada de uma pessoa para fazer filmagem do julgamento e controle da transmissão, o que foi permitido pelo juiz. Segundo o pedido apresentado pelo advogado de defesa, o caso vem sendo estudado pelos acadêmicos do curso de Direito da UCDB e seria de grande valia aos estudantes que o pudessem acompanhar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARANAÍBA
Homem tenta furtar em residência de idoso e acaba detido pela Polícia Militar
ECONOMIA
Governo ajudará a achar solução para perdas com geada em cafezais
REGIÃO
PMA autua dois turistas e um piloteiro de barco por crime de pescar em local proibido
CAMPO GRANDE
Jovem é preso abastecendo com nota falsa, motocicleta furtada