Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021

Médico nega atestado para acompanhante e leva chutes e pontapés no interior de MS

24 setembro 2013 - 00h00
Um médico clínico-geral de 59 anos foi agredido na noite deste sábado (21) durante o plantão em um hospital de Três Lagoas.

Segundo a PM (Polícia Militar), M.B. L que está com o irmão hospitalizado teria solicitado um atestado de acompanhante para o médico, mas o plantonista recusou-se e explicou que por conta das normas do CRM (Conselho Regional de Medicina) não poderia emiti-lo, o que teria motivado a agressão, com socos e pontapés.

Conforme a polícia, a agressão contra o clínico geral, só parou com a intervenção de testemunhas.

M.B.L fugiu antes da chegada da PM, chamada por funcionários do hospital. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) como lesão corporal dolosa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Dívida Pública sobe 1,57% em agosto e aproxima-se de R$ 5,5 tri
CORONAVÍRUS
Mato Grosso do Sul recebe mais 65.150 doses de vacina contra a Covid-19
NOTÍCIAS
TJ implementará 100% do retorno dos serviços presenciais no dia 18 de outubro
LEGISLATIVO DE MS
Neno Razuk recebe moção de agradecimento por destinação de emenda à Itaquiraí