Menu
Busca domingo, 09 de maio de 2021

Mesa do Congresso imprime cédula para votar mais de 3 mil vetos

19 dezembro 2012 - 00h00Por Fonte: Agencia Brasil
A Mesa Diretora do Congresso já confeccionou a cédula de votação, conforme requerimento apresentado hoje (18) pela maioria dos deputados e senadores para que o Parlamento vote amanhã (19) os mais de 3 mil vetos presidenciais pendentes de deliberação. A cédula, em formato de livro, com os vetos, tem exatas 463 páginas.

Os parlamentares terão que marcar na cédula uma das três opções (sim, não e abstenção) mais de 3 mil vezes. A ideia é manter a quase totalidade dos vetos e rejeitar os vetos ao projeto da redistribuição dos recursos dos royalties do petróleo.

É uma tentativa de cumprir a determinação do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal. Em liminar, ele determinou que a votação dos vetos tem que seguir a ordem cronológica da chegada da mensagem presidencial ao Parlamento comunicando os vetos.

Autor do mandato de segurança que suspendeu a sessão que aprovou a urgência para análise dos vetos aos royalties, o deputado Alessandro Molon (PT-RJ) prometeu ingressar com nova ação no Supremo. “Não há a menor dúvida que vamos entrar com outro mandado se o Congresso tentar, mais uma vez, boicotar a derrubada dos vetos aos royalties de maneira contrária à Constituição e ao Regimento Comum do Congresso, como foi feito na semana passada”, disse.

Entre os vetos que podem ser apreciados, o mais antigo é do ano 2000 e foi feito pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso a um projeto de lei da Câmara. Portanto, na sessão de amanhã (19), marcada para começar às 12 horas, deputados e senadores devem apreciar vetos dos dois últimos anos do governo FHC, dos oito anos do governo Luiz Inácio Lula da Silva e da presidenta Dilma Rousseff.

Com a possibilidade de apreciação dos vetos, a bancada ruralista já está articulando para tentar derrubar os vetos da presidenta Dilma ao projeto de lei que trata do Código Florestal. Para isso, precisará da maioria dos deputados e senadores. Outro veto, do ex-presidente Lula, que poderá ser derrubado e criar constrangimento ao governo, é o que acaba com o fator previdenciário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Região
PMA de Naviraí surpreende dois caçadores e apreende duas armas e munições escondidas
POLÍTICA
Bolsonaro faz passeio de moto em homenagem ao Dia das Mães
INFRAESTRUTURA
Abertura de novos corredores logísticos dará mais competitividade ao agronegócio de MS
BRASIL
Sinal digital de TV já chega a 90% dos brasileiros