Menu
Busca terça, 11 de maio de 2021

Presas rendem guarda pelo órgão genital e abrem celas na Bahia

17 dezembro 2012 - 00h00Por Fonte: Terra
Três mulheres que estavam presas na delegacia de Ubaitaba, sul da Bahia, conseguiram sair da cela e renderam o carcereiro enquanto ele tomava banho. De acordo com a Polícia Civil, elas espancaram o oficial, chegando a segurar seu órgão genital para dominá-lo, e o prenderam, nu, em uma das celas.

Erenice, conhecida como Binha, Rosilda, mãe de Binha, e Adriana conseguiram escapar da cela feminina porque a grade do local estava torta, devido a outra fuga ocorrida na delegacia há duas semanas, e ainda sem conserto. Elas renderam o guarda, buscaram as chaves da carceragem masculina e abriram as quatro celas que há no local.

Seis dos 11 homens fugiram junto com as mulheres. Eles levaram o Uno Mille do carcereiro, seu celular e uma quantia de R$ 60 em dinheiro. Cinco homens e mais uma quarta mulher, esposa de outro preso, não fugiram. Um dos detentos alcançou a chave da cela em que o carcereiro, ainda nu, estava trancado e o ajudou a sair para chamar ajuda.

O carcereiro teve de tomar cinco pontos na cabeça. Equipes da Polícia Civil e da Polícia Militar fazem buscas para recuperar os presos.

Alexandro, conhecido como Cobrinha, Percival, Eliélson, chamado de Pitão, Cristiano, que usa o apelido de Buru, Creiton e outro homem que já havia fugido de uma prisão em Curitiba são os foragidos - a Polícia não revelou seus sobrenomes. Pitão estava preso por homicídios, e os outros por furto ou tráfico. As mulheres também estavam presas por tráfico.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DIA DO CAMPO
Infraestrutura amplia competitividade do agro que registra números positivos mesmo na pandemia
ECONOMIA
Banco Central abre consultas para saques e trocos via Pix
SAÚDE
Campanha de vacinação contra gripe termina 1ª fase com 8% imunizados
MAUS-TRATOS
PMA de Bonito autua em R$ 2 mil homem de 24 anos que carregou e matou cachorro do irmão por vingança