Menu
Busca domingo, 11 de abril de 2021
Fronteira

Governador assina decreto de criação do Fomentar Fronteiras

Governador assina decreto de criação do Fomentar Fronteiras

28 novembro 2014 - 10h45Por Fiems
Para permitir a Mato Grosso do Sul e aos municípios da faixa de fronteira com o Paraguai a atração de empresas e a ampliação da competitividade das indústrias instaladas no Estado, o governador André Puccinelli assinou, nesta quinta-feira (27/11), no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), o decreto de criação do Fomentar Fronteiras. O Programa permitirá às industriais instaladas em Mato Grosso do Sul obterem benefícios fiscais para importação de produtos acabados do Paraguai destinados ao Estado ou outras Unidades da Federação e possibilitará ainda a instalação de novas empresas nos municípios de faixa de fronteira que poderão importar produtos industriais acabados do Paraguai com benefícios fiscais para venda em outros Estados.

O Fomentar Fronteiras vai beneficiar os municípios de Porto Murtinho, Bela Vista, Caracol, Antônio João, Ponta Porã, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Paranhos, Sete Quedas, Japorã e Mundo Novo. "Essa iniciativa fará com que a industrialização seja maior na região de fronteira com o Paraguai. Essa questão das fronteiras que têm a flutuação do dólar com maior ou menor impeditivo de termos crescimento no nosso lado brasileiro será enfrentada e, juntos, enxergamos a possibilidade de termos uma industrialização perene, que possa, à margem da flutuação do dólar, fazer com que os municípios fronteiriços possam progredir", declarou André Puccinelli.

Já o presidente da Fiems, Sérgio Longen, reforçou que era preciso criar a oportunidade de competitividade para os municípios da faixa de fronteira com o Paraguai. "A nossa indústria passa hoje por dificuldade e, por isso, devemos criar a condição de produzir parte no Paraguai e, nessa condição, trazermos esses produtos produzidos em empresas, parte paraguaia, parte brasileira, numa condição de mantermos os incentivos fiscais. Dessa forma, a indústria do Mato Grosso do Sul fica competitiva e a gente enfrenta esses problemas que nós temos hoje", pontuou, completando que a melhor maneira de desenvolver a região de fronteira não é com Polícia, mas com o fortalecimento econômico e social.

Na avaliação do senador Waldemir Moka, o Fomentar Fronteiras vai contribuir para o desenvolvimento dos municípios da região. "Tenho feito um grande esforço de levar para região de fronteira um centro de tecnologia de formação para qualificar mão de obra dos municípios fronteiriços. Por isso, entendo que esse Programa é importante e nós queremos somar a esse esforço de hoje do Governo e da Fiems, trazendo esse centro de tecnologia e formação e mão de obra para tirarmos a região de fronteira da influência do tráfico e do contrabando, passando a ser um polo de geração de emprego e industrializado", declarou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AGEPEN
Empreendedorismo e empoderamento é destaque em ações realizadas com reeducandas de MS
REGIÃO
PMA de Bela Vista sai para resgate de Jaguatirica atropelada e quando chega o animal já estava morto
INTERNACIONAL
Banco Mundial destina U$ 2 bi para vacinas a países em desenvolvimento
AMAMBAI
Polícia Militar Rodoviária recupera veículo furtado transportando mais de uma tonelada de maconha