Menu
Busca sábado, 08 de maio de 2021

Governo paraguaio defende cumprimento da Constituição na Venezuela

Governo paraguaio defende cumprimento da Constituição na Venezuela

10 janeiro 2013 - 18h00
EFE

O Governo do Paraguai, que não tem relações com a Venezuela desde junho passado, defendeu nesta quinta-feira o cumprimento da Constituição venezuelana no que tem a ver com a posse presidencial e criticou certas "interpretações", sem mencionar o Governo daquele país.

"Nós acreditamos que deve se cumprir a Constituição Nacional da Venezuela, que é clara a respeito e há interpretações que certamente não compartilhamos", disse o chanceler paraguaio, José Félix Fernández Estigarribia, em referência à ausência do presidente venezuelano, Hugo Chávez, no dia de sua posse.

Estigarribia falou nesses termos depois de uma reunião com o presidente paraguaio, Federico Franco, que assumiu a Presidência em 22 de junho do ano passado após a cassação de Fernando Lugo em um julgamento político no Senado, figura contemplada na Constituição deste país.

A cassação de Lugo provocou a suspensão do Paraguai do Mercosul e da Unasul, assim como a retirada do embaixador paraguaio em Caracas e do venezuelano em Assunção.

Em alusão à postura paraguaia sobre a posse presidencial na Venezuela, o chanceler disse que aguardarão a posição que a Organização dos Estados Americanos (OEA) adotar, que, segundo lembrou Estigarribia, também conta com uma carta democrática.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Segunda etapa da vacinação contra influenza começa na próxima semana
CRIME AMBIENTAL
PMA de Bonito e Iagro autuam dono de chácara em R$ 2,6 mil por criação ilegal de javalis
SAÚDE
Pesquisa revela que 1,3 mil municípios ficaram sem segunda dose
Número representa 45% das prefeituras que responderam à sondagem
MS
Ex-marido acusado de feminicídio vai a júri popular