Menu
Busca terça, 26 de outubro de 2021

Garoto é uma das vítimas do capotamento neste sábado (19). Outros quatro estão internados no hospital

Garoto é uma das vítimas do capotamento neste sábado (19). Outros quatro estão internados no hospital

22 novembro 2011 - 16h50
Campograndenews

O corpo do adolescente José Eduardo Menegat Tavares Manzione, de 15 anos, foi sepultado nesta terça-feira (22), às 8h, no cemitério Parque das Primaveras. Hoje é o aniversário de José, ele completaria 16 anos de idade.

O adolescente morreu após a tragédia envolvendo outros seis adolescentes, neste sábado (19), quando o carro em que estavam capotou na BR-262.

José Eduardo era velado desde às 18h de domingo (20) e a família só aguardava a chegada de outros parentes para o enterro. O pai do menino estava viajando nos Estados Unidos.

Segundo informações de funcionários do cemitério, José foi sepultado com a presença dos pais, familiares e amigos.

Investigação - Os garotos estavam em um veículo Honda City, que capotou várias vezes após o motorista tentar fazer uma curva na BR-262, na saída para Três Lagoas. O carro era dirigido por outro menino de 15 anos, segundo a Polícia Civil.

O acidente deixou quatro dos sete ocupantes do veículo feridos, sendo que José morreu ainda no local. Três estão internados na Santa Casa e o outro na Clínica Campo Grande.

A Polícia investiga se os adolescentes estavam ingerindo bebida alcoólica, já que foram encontradas quatro garrafas de cerveja dentro do carro. A investigação também apura quem estava mexendo em um celular encontrado, que estava com uma mensagem sendo escrita.

De acordo com a delegada da Deaij (Delegacia Especializada em Atendimento a Criança e Juventude), Maria de Lourdes Cano, o menino de 15 anos que dirigia o carro pode responder processo por homicídio doloso, caso seja comprovado que ele estava bêbado e em alta velocidade.

Nesse caso, ele responde por dolo eventual, quando a pessoa pode até não ter a intenção de matar, mas assume o risco ao ter atitudes perigosas, como dirigir embriagado. Os pais podem responder por omissão de cautela, já que o veículo é de propriedade da mãe.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Andarilho morre ao ser atropelado por motociclista na BR-163
TEMPO
Chuva volta de forma isolada nesta terça; tempo firme e calor predominam
ECONOMIA
Falta de material e custos impactam a indústria da construção
ECONOMIA
Cai tempo médio para abertura de empresas no país
Prazo era de 5 dias e 9 horas em 2019 e hoje está em 47 horas