Menu
Busca sexta, 23 de abril de 2021

Comando investiga caso de fuzileiro naval encontrado com tiro no pescoço

Comando investiga caso de fuzileiro naval encontrado com tiro no pescoço

16 dezembro 2014 - 10h42Por CG News
O soldado fuzileiro naval Thalisson Pereira Inácio, 20 anos, do Rio de Janeiro, foi ferido no pescoço por um disparo de fuzil 556, em Ladário. Ainda não se sabe se o tiro foi acidental, conforme o Comando do 6º Distrito Naval, que abriu IPM (Inquérito Policial Militar) para apurar as circunstâncias do acidente.



O caso aconteceu na sexta-feira, por volta das 11h, nas dependências do Grupamento de Fuzileiros Navais, organização militar subordinada ao Comando.

Após o acidente, o militar foi atendido no Hospital Naval de Ladário e depois encaminhado ao Hospital de Corumbá. No sábado, 13 de dezembro, o fuzileiro foi transferido para um hospital de Campo Grande, onde permanece internado em estado grave, mas estável, informa a assessoria de imprensa da corporação.

De acordo com o site Diário Corumbaense, a Marinha trabalha com a hipótese de tiro acidental, mas outras possibilidades serão apuradas pelo IPM, que tem prazo de até 60 dias para conclusão. O fuzileiro naval está sendo acompanhado na Capital, por familiares. O Comando do 6º Distrito Naval informa que está dando todo o apoio necessário ao fuzileiro e sua família.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Camionete que seguia para Campo Grande com mais de uma tonelada de maconha foi recuperada pelo DOF
ECONOMIA
Micro e pequenas empresas podem pagar Simples com Pix
MEIO AMBIENTE
PMA realiza orientação em 61 propriedades rurais em prevenção aos incêndios
ECONOMIA
Prazo para contestar auxílio emergencial negado no dia 10 acaba hoje