domingo, 16 de janeiro de 2022
Prefeitura Municipal de Dourados - MATRÍCULAS2022
REGIÃO

DOF atua em operação contra organização criminosa de tráfico de drogas no Mato Grosso do Sul

03 dezembro 2021 - 10h00Por PMMS

O Departamento de Operações de Fronteira (DOF) está empenhado, na manhã desta sexta-feira, em apoio à Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron) que cumpre mandados de busca e apreensão em Maracaju, com o objetivo de chegar até os responsáveis pelo transporte da, então, maior apreensão de drogas da história do Brasil ocorrido no dia 26 de agosto de 2020.

Maior apreensão de maconha da história do Brasil realizada pelo DOF.

A operação policial denominada “El Patron” acontece após 16 meses da atuação do DOF, quando apreendeu uma carreta com 33,3 toneladas de maconha na região daquele município, e intenso trabalho de investigação policial promovido pela Defron, com informações compartilhadas e suporte operacional oferecido pelo DOF em ações integradas.

As investigações foram coordenadas pela Defron e resultaram na identificação de integrantes da organização criminosa. Além de Maracaju, onde se concentrou buscas aos principais alvos, outras ações policiais se estenderam por várias cidades de Mato Grosso do Sul.

Até o momento foram apreendidos armamentos, munições, veículos, dinheiro em espécie e pessoas presas.

Esta operação demonstra o firme trabalho de integração de polícia ostensiva e da polícia judiciária no enfrentamento eficaz às organizações criminosas que atuam na Fronteira.

Todos os resultados serão apresentados em uma coletiva à Imprensa, que ocorrerá na sede do DOF/DEFRON em Dourados, nesta sexta-feira (03.12), com horário a confirmar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Menina de 3 anos morre de influenza H3N2 em Campo Grande

SAÚDE

Brasil recebe segunda remessa de vacina pediátrica da Pfizer

ARAL MOREIRA

Idosa é encontrada morta, nua e com ferimento no rosto, próximo a cemitério de MS

SAÚDE

Síndrome de Burnout é reconhecida como fenômeno ocupacional pela OMS