Menu
Busca sábado, 17 de abril de 2021

Em suposto racha, motociclista colide em carro e fica em estado grave

Em suposto racha, motociclista colide em carro e fica em estado grave

26 janeiro 2015 - 10h15
Um motociclista ficou em estado grave após um acidente envolvendo um carro e duas motos na Avenida Gury Marques em Campo Grande, próximo a rotatória que dá acesso ao macroanel, na saída para São Paulo. As informações são do site Campo Grande News e de acordo com testemunhas, os pilotos das motos atingiram a traseira do carro, depois de perder o controle em um suposto racha.

O motorista do VW Gol, Wellison Diego Pacheco Mendes, 26 anos, contou que trafegava sentido bairro-centro, quando uma moto atingiu a traseira do veículo. O motorista perdeu o controle do carro e parou no canteiro central da avenida. “Quando ele bateu, eu subi no canteiro e fui desviando das árvores”.

Ele disse que não viu ao certo o que aconteceu. Já o motorista Michel Luiz, 30 anos, disse que estava atrás das motos e viu o acidente. Ele contou que as motos estavam em alta velocidade, em um suposto racha, e acabaram encostando, momento em que perderam o controle da direção e atingiram o veículo.

Ainda de acordo co o site, o motociclista identificado apenas como Marcos, com cerca de 30 anos, foi atendido pelo Corpo de Bombeiros em estado grave. Os bombeiros iriam levá-lo para a Santa Casa, porém foi interceptada por uma viatura avançada do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que o encaminhou para o hospital. A suspeita é que ele tenha sofrido um traumatismo craniano grave.

André, com cerca de 24 anos, como foi identificado o outro motociclista, sofre algumas escoriações no braço e perna. Ele reclamou de dores no quadril e pode ter sofrido uma possível fratura na costela. Ele foi atendido pelo Samu.

Conforme o BPTran (Batalhão de Trânsito da Polícia Militar), o velocímetro de uma das motos travou em 120 km/h, mas eles explicaram que não podem afirmar com precisão que essa seria a velocidade da motocicleta no momento do acidente.

Um amigo das vítimas, Samuel Menezes, 29 anos, contou que conhece os dois desde criança e que eles nunca praticaram rachas. “São pessoas tranquilas. Geralmente eles viajam de moto, mas nunca correram na BR”, assegurou.

Wellison revelou que comprou o carro há 50 dias e que há 20 dias, na Avenida Ernesto Geisel, um veículo Pampa teria colidido com sua traseira. Ele estima que precise gastar R$ 9 mil com o conserto.

No momento do acidente, o motorista do Gol disse ter tentado proteger a família. “Foi desesperador. Você não tem reação na hora. Primeira coisa em que eu pensei foi na minha família, no meu filho que estava no banco de trás”, comentou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS
Reinaldo Azambuja assina carta dos governadores à ONU por mais vacinas
GERAL
Inpe cria plataforma gratuita de dados do solo brasileiro
REGIÃO
Ladrão de bancos do Paraguai é preso quando fugia para o Brasil
INTERNACIONAL
Princípe Philip é sepultado neste sábado em cerimônia restrita