sexta, 12 de agosto de 2022
Cassems - Todos - Agosto 2022
CAPITAL

Funcionária trabalhava há 7 anos para Andreia e aponta aval de irmã de pecuarista para "susto"

29 julho 2022 - 17h30Por Dourados News

Lucimara Rosa Neves, de 43 anos, confessou o plano frustrado de extorquir dinheiro da patroa Andreia Aquino Flores, 38, para quem trabalhava há sete anos. Um assalto armado terminou na morte da pecuarista, nesta quinta-feira (28), em Campo Grande.

A funcionária ainda relatou que teria sido procurada pela irmã de Andreia para “dar um susto” na pecuarista, com o objetivo de que ela assinasse um documento que atestava a quitação de uma dívida. Conforme a suspeita, semanas antes as irmãs teriam se desentendido por causa do documento.

De acordo com informações do site Campo Grande News, há várias ações acerca da herança do pai delas na Justiça, o produtor rural Ocídio Pavão Flores, morto em 2013 e dono de vasto patrimônio, incluindo imóveis rurais e urbanos, gados, maquinários e empreendimentos.

Segundo a funcionária, a irmã de Andreia teria prometido a quantia de R$ 50 mil, caso ela conseguisse que a pecuarista assinasse o documento, por isso, planejaram o assalto na residência.

Lucimara ainda alega que a irmã de Andreia, com quem já havia trabalhado anteriormente, não tinha conhecimento de todo o plano. Além disso, relatou que não tinha intenção de matar a vítima, porém, ela teria reagido.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA

Produção de motocicletas tem melhor acumulado para julho desde 2015

SAÚDE

Anvisa analisa cinco pedidos para diagnóstico da varíola dos macacos

ECONOMIA

Conab estima safra de grãos em 271,4 milhões de toneladas em 2021/22

ECONOMIA

Pesquisa indica queda de 2% no abate de frangos no país