terça, 23 de abril de 2024
REGIÃO

Guarda Civil prende em flagrante peão suspeito de ameaçar, estuprar e agredir esposa em fazenda

04 setembro 2022 - 09h30Por G1MS

A Guarda Civil Metropolitana (GCM) de Campo Grande prendeu em flagrante na noite desta sexta-feira (2), um peão, de 38 anos, suspeito de ameaçar, estuprar e agredir a esposa em uma propriedade rural. O suspeito foi detido com uma arma de fogo de uso restrito, quando chegava em casa com um animal que havia abatido pouco antes.

A prisão ocorreu depois que a Casa da Mulher Brasileira acionou a GCM para apurar uma denúncia de que uma mulher que estava em uma fazenda, na região do distrito de Anhanduí, próximo a BR-163, a pouco mais de 60 quilômetros de Campo Grande, estaria sofrendo violência doméstica.

Duas equipes foram até o local e encontraram a vítima, uma jovem de 21 anos, e seus três filhos. Conforme os guardas, a mulher confirmou a denúncia e acrescentou que as agressões eram constantes. Disse que o marido não estava em casa, mas que ele, inclusive, havia disparado um tiro de espingarda em sua direção, mas havia errado e atingido a janela e ainda que havia sido estuprada pelo companheiro.

A vítima ressaltou a GCM que tinha medo do que o marido poderia fazer com ela e os filhos.

Pouco depois o marido chegou ao local. Conforme os guardas, estava dirigindo um trator, arrastando presa por uma corda uma capivara abatida pouco. A arma utilizada para matar o animal era a mesma espingarda calibre 12 que havia usando para ameaçar a esposa.

Ele foi preso em flagrante, mas como estava “alterado” teve de ser algemado para ser conduzido até a primeira delegacia especializada de Atendimento à Mulher de Campo Grande (DEAM).

Além da arma de fogo, os guardas civis também apreenderam na casa: munições (algumas já disparadas), estojos para cartuchos e uma prensa para recarregá-los, além da capivara abatida.

Na delegacia, a vítima pediu medida protetiva contra o suspeito. Ela foi encaminhada para fazer exame de corpo de delito para confirmar as agressões e a violência sexual. Também foi orientada a buscar atendimento psicossocial no Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM).

O suspeito, preso em flagrante, responderá por ameaça, estupro, violência psicológica, posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e por caçar animal silvestre.

Deixe seu Comentário

Leia Também

50+

Funtrab e rede supermercadista lançam 'Feirão da Empregabilidade' para contratação de profissionais

DETRAN-MS

Curso especial para condutores infratores ultrapassa 90% de aprovação

DESENVOLVIMENTO

Com R$ 3,2 bilhões, MS teve aumento de 227% nos investimentos públicos nos últimos três anos

TRAGÉDIA

Mãe e filho morrem e três ficam feridos em acidente no domingo de Páscoa