Menu
Busca quinta, 15 de abril de 2021

Homem é assassinado a pauladas após furtar telefone celular

Homem é assassinado a pauladas após furtar telefone celular

17 dezembro 2014 - 08h15
rancisco das Chagas Pereira Araújo, 45 anos, suspeito de furtar um celular, foi morto a pauladas na noite desta segunda-feira, dia 15 de dezembro, na Rua Onze, no fundo da drogaria São Bento, no Centro de Chapadão do Sul. Dois suspeitos de cometer o crime, Joedno Oliveira Santana, 48 anos, e Luiz Fernando da Silva, 40 anos, foram presos em flagrante ainda com as roupas sujas de sangue.

De acordo com boletim de ocorrência, funcionários da farmácia acionaram a Polícia Militar após ouvirem um barulho estranho como quem estivesse batendo na parede com uma marreta. Ao chegarem ao local, os militares encontraram a vítima deitada no colchão em um quarto em construção no fundo do estabelecimento com cortes profundos na cabeça.

Ainda conforme registro policial, enquanto um equipe da policia aguardava o Corpo de Bombeiros no local, um soldado da PM de folga parou para ver o que havia acontecido e em seguida ao dar uma volta no quarteirão acabou flagrando dois homens com as roupas sujas de sangue. O policial então pediu reforço e abordou os suspeitos que confessaram o homicídio.

Segundo o site Campo Grande News, os autores disseram que usaram dois pedaços de pau para matar Francisco, porque a vítima, acompanhada de mais dois comparsas, furtou o celular de um deles. Na delegacia, os homens não demonstraram arrependimento e diziam “que chore a mãe dele. Nós iremos presos, mas um dia vamos sair e ele não”.

Luiz confessou ainda que cometeu três homicídios e acostumou a matar. O caso foi registrado como homicídio doloso e será investigado pela Delegacia de Polícia Civil da cidade. A perícia de Paranaíba foi acionada para verificar o local de crime, mas não pode ir até o local por falta de viatura.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORREDOR BIOCEÂNICO
Após suspensão de licitação, governo requisita novo cronograma para obra de ponte sobre Rio Paraguai
JUSTIÇA
STF confirma decisão que determinou a abertura de CPI da Pandemia
POLÍTICA
Senado debate adiamento do reajuste de preços de medicamentos
NAVIRAÍ
Polícia Civil incinera 1,2 tonelada de drogas