sexta, 19 de julho de 2024
IVINHEMA

Homem que estuprou menina de 12 anos por três vezes e a ameaçou de morte é preso

22 junho 2024 - 10h30Por Dourados News

Policiais civis da Seção de Investigações Gerais –SIG, da delegacia de Ivinhema, prenderam na sexta-feira (21/6), um homem de 37 anos acusado de ter estuprado por três vezes uma adolescente de 12 anos anos. Os fatos ocorreram em dezembro de 2023, quando o indivíduo teria praticado atos sexuais com a vítima.

Para que a vítima não contasse, ele teria ameaçado matar ela e toda a família.  Silenciada pelo medo, a menina nunca falou nada a ninguém, porém passou a se autolesionar e chorar sem motivo aparente.

Já na semana passada, o autor voltou a procurá-la. Ela teve um ataque de pânico e novamente se autolesionou, quando os fatos vieram à tona.

Exames periciais realizados pelos médicos legistas constaram os abusos sexuais. Diante disso, a Polícia Civil tomou conhecimento dos fatos e representou pela prisão preventiva do criminoso.

Após manifestação favorável do Ministério Público, a prisão foi deferida pelo poder Judiciário e cumprida pela Delegacia de Polícia Civil de Ivinhema. Os investigadores já localizaram fotos infantis de cunho sexual no aparelho celular do autor. Ele será encaminhado ao presídio local, onde ficará à disposição da justiça.

"A Polícia Civil alerta aos pais, professores, responsáveis em gerais para estarem sempre atentos aos sinais de alerta que as crianças podem apresentar em decorrência de um abuso sexual, tais como automutilação, choro sem motivo aparente, reclusão, resistência a ir à casa de parentes ou conhecidos, dentre outros", diz a PC em nota.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRABALHO, PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA

Projeto prevê possibilidade de trabalho remoto para mulheres em situação de violência doméstica

SAÚDE

Em menos de sete meses, Influenza já mata mais em MS do que todo o ano passado

CIDADE E TRANSPORTES

Projeto obriga seguradora a justificar exclusão de motorista de carga em perfil de risco

REGIÃO

Três irmãos são resgatados em situação de abandono em Ponta Porã