Menu
Busca terça, 03 de agosto de 2021

Itaporã: Jornalista é covardemente agredido durante almoço beneficente

Itaporã: Jornalista é covardemente agredido durante almoço beneficente

11 outubro 2011 - 17h10
Itaporã Hoje


Amâncio Pereira Cortez e seu filho Willian foram indiciados no Boletim de Ocorrência como autores de Lesão Corporal Dolosa e Ameaça.

Neste domingo (09), por volta das 13h15min, durante almoço beneficente que acontecia no Salão Paroquial de Itaporã, o Jornalista Antonio Carlos Ferrari foi covardemente agredido com socos por Amâncio Pereira Cortez, na presença de todos.

Além dos socos que levou, o profissional que estava realizando um trabalho jornalístico foi também ameaçado pelo filho do agressor identificado por Willian Fortes Pereira, de 19 anos.

Durante a agressão, num ato de serenidade, Ferrari não reagiu, pois entendeu que seu agressor estava ingerindo bebida alcoólica, e é pessoa envolvida em outros processos na justiça e não quis se igualar, pois não estava fazendo nada de errado.

Logo após o ato insano, o jornalista Ferrari dirigiu-se até a Delegacia de Polícia e registrou um Boletim de Ocorrência de Lesão Corporal Dolosa (Art.129 – CP) e Ameaça (Art.147 – CP), em seguida foi encaminhado para o Hospital Municipal onde foi realizado o Exame de Corpo de Delito pelo médico de plantão.

O Jornalista Antonio Carlos Ferrari acredita que a agressão foi uma vingança, pois no dia 14 de outubro de 2010, o profissional foi requisitado pelo delegado de Itaporã, Dr. Wisnton Ramão Albres Garcia, juntamente com uma Assistente Social, para acompanhar uma operação policial na propriedade rural do agressor, onde dois idosos eram mantidos à condição escrava.

Segundo o Jornalista, naquela oportunidade pai e filho já haviam ameaçado o profissional pela notícia veiculada, mas que não deu importância, pois os envolvidos estavam sobre forte pressão emocional, gerada pelo envolvimento nos crimes de Redução a Condição a de Escravo (Art. 149 – CP), Perigo para a Vida ou Saúde de Outrem (Art. 132 – CP), além de serem autuados por fiscais do Ministério do Trabalho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTADO
Apesar da pandemia, MS terá o maior crescimento do PIB no país
DOURADOS
Ocorrências violência doméstica "evolui" e trio acaba preso por tráfico e furto pela PM
POLÍCIA
Polícia Militar apreende 61 kg de maconha em veículo furtado no estado de São Paulo
BRASIL
Vendas de automóveis têm queda de 8,4% em julho comparado a 2020