Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021

Mães da Fronteira falam indignadas de outro crime como de Breno e Leonardo

Mães da Fronteira falam indignadas de outro crime como de Breno e Leonardo

29 dezembro 2014 - 08h45Por CG News
Mães dos jovens Breno Silvestrini e Leonardo Fernandes, mortos depois de terem o carro roubado em um assalto em agosto de 2012, usaram a internet para manifestar indignação a respeito do assalto a Eric Francio Severo, de 21 anos, que teve a caminhonete S-10 que dirigia roubada na madrugada deste sábado (27) na cidade de Sinop, no Mato Grosso.



O veículo foi localizado e apreendido ontem mesmo (27), em Campo Grande, na saída para São Paulo. Os homens que estavam com a caminhonete, Marcio Marciano Batista, de 30 anos, e Rafael Bueno dos Santos Missuco, de 25, foram presos pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) na BR-163 e disseram que executaram o rapaz, abandonando o corpo ainda no estado de Mato Grosso. Até o momento, ele continua desaparecidos

Ao saberem do crime, Lilian Silvestrini e Angela Fernandes, criadoras do movimento Mães da Fronteira, publicaram que acreditam que Eric está morto e, categoricamente, afirmaram na rede social Facebook que, dois anos depois de perderem o filho em situação semelhante, tudo continua igual.

"As pessoas são sequestradas e assassinadas porque a impunidade é o reforço positivo para que criminosos continuem agindo de dentro de presídios, onde supostamente deveriam estar incomunicáveis, e os cidadãos aqui fora protegidos desses monstros", diz a publicação da página.

Em outro trecho, o texto questiona a falta de ação da própria sociedade para evitar que crimes como o cometido contra Breno, Leonardo e, mais recentemente, Eric, continuem ocorrendo. "Por que a sociedade se cala e se conforma e rapidamente esquece essas tragédias que se repetem diariamente, e já não causam nas pessoas o impacto que um fato desses deveria causar?", diz o texto.

O texto ainda faz um apelo ao governador eleito, Reinaldo Azambuja (PSDB), para que aja e ajude a combater situações como essas.

"À família de Eric, meus mais sinceros sentimentos de pesar, de indignação, pois apesar de serem do estado de Mato Grosso, é por aqui que esses bandidos saem do país com seus troféus", afirma outro trecho. "Por uma nação que proteja seus filhos!", finaliza o texto.

Mães da Fronteira - De acordo com o site Mães da Fronteira, o movimento foi criado para defender os direitos humanos e lutar contra a violência e a impunidade no Mato Grosso do Sul. Breno Silvestrini e Leonardo Fernandes foram assassinados no dia 30 de agosto de 2012, uma sexta-feira, depois de terem sido sequestrados na saída de um bar em Campo Grande. Os assaltantes queriam roubar o carro onde os jovens estavam.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE
Telessaúde credencia profissionais de Web Designer com remuneração de R$ 3 mil
MS
Beneficiários do Mais Social terão que participar de curso profissionalizante
EDUCAÇÃO
Matrícula para curso de medicina da UEMS pode ser feita até dia 26 de abril
PONTA PORÃ
Força Tática do 4º BPM intercepta comboio de veículos transportando mercadorias não legalizadas