Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021

Moradores dizem que “baderna” virou rotina em conveniência onde homem foi morto

11 novembro 2011 - 13h20
Campograndenews

Vizinhos da conveniência onde um homem foi morto na madrugada desta sexta-feira (11), na Vila Anahi, em Campo Grande, dizem que o local se tornou um ponto de “baderna”.

“Já cansei de chamar a polícia aqui”, contou Marcos Peixoto, 36 anos, que mora ao lado do estabelecimento.

Ele disse já estava dormindo quando aconteceu a confusão, que resultou na morte de João Pinheiro de Oliveira, 47 anos. “Eu fui acordado com essa briga que teve aqui. Escutei os tiros e a hora que sai para ver o que havia acontecido, encontrei o cara caído aqui no chão. Ele ainda estava vivo”.

Segundo ele, todos os dias pessoas se aglomeram na conveniência para beber e ouvir música. “ Tem dia que a baderna fica até 2 hora da manhã. Eles colocam som alto aí e não nem se importam com os vizinhos”.

O aposentado Argemiro Mora, 77 anos, disse que não consegue ter um sono tranquilo algazarra no local. “ Sábado e domingo sãos os piores dias. Música alta o tempo todo. Um monte de gente bebendo, gritando, falando alto. Aqui é difícil dormir”, reclamou o idoso que também mora ao lado da conveniência. Ele disse que também escutou os tiros. “Eu ouvi os disparos, mas achei melhor não ir ver o que estava acontecendo”.

Crime – O crime aconteceu por volta das 1h20. A conveniência fica na avenida Albert Sebin. A vítima, João Pinheiro, e o suspeito, um rapaz identificado pelo nome de Rodrigo, conhecido com Alemão, estavam bebendo juntos no local.

Rodrigo teria "tirado o sarro" da vítima por conta do time que ela torcia. Oliveira não gostou da brincadeira e desferiu um tapa no rosto do suspeito, que saiu do local. Porém, minutos depois retornou armado e disparou contra a cabeça da vítima, que morreu no local.

Gilberto Pinheiro de Oliveira, 43 anos, irmão da vítima, também foi baleado. Ele recebeu um disparo na boca e na nádega. Ele foi encaminhado para a Santa Casa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Pfizer entrega mais 1,3 milhão de doses de vacina ao Brasil
CULTURA
Festival da Literatura Indígena terá palestras, oficinas e música
ECONOMIA
Crescem reclamações sobre cobranças indevidas de crédito consignado
POLÍCIA
PMA de Dourados prende e autua dois pescadores por pesca e transporte de pescado ilegal