Menu
Busca segunda, 10 de maio de 2021

Primo diz que Lawrence Bincao, 20 anos, foi morto por um conhecido.

Corpo foi encontrado dentro do carro, com sinais de estrangulamento.

10 dezembro 2012 - 17h00
G1 MS

A família do acadêmico de Publicidade Lawrence Corrêa Biancao, 20 anos, acredita que o rapaz tenha sido assassinado por alguma pessoa conhecida, com base nas circunstâncias do crime. O jovem foi encontrado morto, dentro do carro, na manhã de domingo (9), na Orla Morena, em Campo Grande e estava com marcas de estrangulamento. O corpo está sendo velado nesta segunda-feira (10) e será sepultado à tarde.

“Não podemos confiar em qualquer pessoa. Infelizmente o que aconteceu com o Lawrence deve servir de exemplo e lição”, disse Jhonny Biancao Lopes, primo do rapaz.

Amigos da vítima disseram à polícia que saíram com a vítima no sábado (8) para comer sushi e, quando voltavam para casa, na madrugada de domingo, Biancao recebeu uma ligação de um homem, identificado apenas como Alberto, que dizia que o aguardava na Orla Morena para se despedir.

Jhonny Lopes disse que o primo sempre teve cuidado de manter os pais informados sobre o paradeiro dele, uma orientação dada pela família. Na manhã de domingo, quando percebeu que o filho não dormiu em casa, o pai de Biancao foi até à polícia e registrou boletim de ocorrência por desaparecimento.

O carro foi encontrado por volta do meio-dia, na Orla Morena, na Vila Planalto. Uma mulher que mora próximo ao local saiu de casa para ir à missa, às 6h30, viu uma pessoa no banco do motorista no veículo estacionado e achou que estivesse dormindo. Ao retornar notou que a pessoa estava na mesma posição e resolveu chamar a polícia.

Lawrence Biancao estava com marcas de estrangulamento e vários hematomas pelo corpo. De acordo com a polícia, o rapaz foi estrangulado, possivelmente, com um cinto. Não foram encontrados o celular e a carteira do rapaz, com dinheiro e documentos. A polícia apreendeu o cinto para perícia, além de outros objetos pessoais, como maço de cigarro, toalha, casaco e notebook.

O sepultamento do estudante está previsto para o início da tarde desta segunda-feira (10). O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro e será investigado pela 1ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA ANDRADINA
Polícia Militar prende dois homens com R$ 700 reais em notas falsas
SAÚDE
Fiocruz investiga transmissão da covid-19 entre crianças e adultos
NOVA ANDRADINA
Polícia Militar prende homem por tráfico de drogas
ESTADO
Segurança Pública do MS ganha com a formação de mais 224 escrivães e investigadores da PC