Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021

Operação em Corumbá e Ladário prende 15 pessoas e fecha 24 pontos de droga

17 setembro 2011 - 09h00
Operação em Corumbá e Ladário prende 15 pessoas e fecha 24 pontos de droga


Campograndenews

Em uma operação conjunta, chamada de Mãos Dadas, 15 pessoas foram presas, entre eles um adolescente, e 24 pontos de venda de drogas foram fechados, nesta sexta-feira (16) em Corumbá e Ládario. Todos devem ser indiciados por tráfico de drogas; associação para o tráfico; lavagem de dinheiro e receptação. A Polícia Civil tem 30 dias para concluir o inquérito.

Nas chamadas “bocas de pó” os policiais apreenderam aproximadamente R$ 6 mil e uma quantidade de cocaína; pasta base; crack e maconha; um fuzil 762 de usos restrito; um revólver calibre 38; além de uma série de produtos que indicam sinais de receptação.

A ação contou com 90 homens da Polícia Civil; Garras (Grupo Armado de Repressão a Roubos, Assaltos e Sequestros): Policia Militar, CIGCOE (Companhia de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) e Força Nacional.

Os policiais cumpriram 23 mandados de prisão nos bairros Cervejaria, Popular Velha, Cristo Redentor, Universitário e Centro América e no bairro Seac, em Ladário. O 24º ponto de comercialização de drogas, onde o fuzil foi apreendido, foi fechado após denúncia de populares.

Embora as imagens dos presos tenham sido liberadas, as identidades não foram informadas. Um dos 15 presos pagou fiança e foi solto. A denominação "Operação Mãos Dadas" se refere ao trabalho conjunto realizado pelas Polícias Civil e Militar. (Com informações do Diário Online)

Deixe seu Comentário

Leia Também

GUIA LOPES DA LAGUNA
PMA prendem e autuam infrator por pescar utilizando petrecho ilegal, onde a pesca é proibida
OUTUBRO ROSA
Com foco na prevenção, Conselho leva mulheres com deficiência para realizar exames
OPERAÇÃO PROLEPSE
PMA autua 128 infratores, aplica 33 milhões em multas e realiza orientação em 740 propriedades
POLÍTICA
Projeto destina 10% de vagas no Sine para mulher vítima de violência