Menu
Busca segunda, 20 de setembro de 2021
Cerro Alegre Empreendimentos Imobiliários
CRIME AMBIENTAL

PMA autua paranaense em R$ 5 mil por rompimento de represa causando degradação de área protegida

21 maio 2021 - 17h30Por PM-MS

Policiais Militares Ambientais de Anaurilândia realizou fiscalização hoje (21) em uma propriedade rural no município autuaram um arrendatário por degradação de uma área protegida e assoreamento de um curso d’água. Na propriedade, a PMA verificou a existência de uma represa sem a licença ambiental, a qual rompeu-se devido à falta de manutenção. Com o rompimento houve degradação de matas ciliares de um córrego e os sedimentos carreados causaram o assoreamento do curso d’água.

O infrator (41), com domicílio em Umuarama (PR), foi autuado administrativamente e multada em R$ 5.000,00. Ele também responderá por crime ambiental de degradar área de preservação permanente (APP), com pena que pode chegar a três anos de detenção. Os policiais notificaram o arrendatário a realizar um Plano de Recuperação de Área Degradada e Alterada (PRADA), junto ao órgão ambiental.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Ministro diz que efeitos adversos não podem interromper vacinação
SAÚDE
Inmet alerta para onda de calor e umidade abaixo de 12% em Mato Grosso do Sul
REGIÃO
Polícia Militar prende dois homens por Tráfico de Drogas
JUSTIÇA
Justiça do Trabalho inicia Semana Nacional de Conciliação