Menu
Busca quarta, 22 de setembro de 2021
Dia da árvore - Setembro 2021
CRIME AMBIENTAL

PMA prende dois paraguaios por contrabando e crime ambiental e apreende caminhão

01 abril 2021 - 13h00Por PM-MS

Um caminhão paraguaio, com carga de sucatas de baterias (carga perigosa) e alumínio contrabandeados que saía do Paraguai foi apreendido por Policiais Militares Ambientais de Mundo Novo ontem (31) à tarde e dois paraguaios foram presos. A equipe foi acionada por um Agente Tributário Estadual do Posto Fiscal Ilha Grande, localizado à BR 163, no município, na divisa com o estado do Paraná, para analisar a legalidade ambiental da carga, que não possuía qualquer documentação.

Durante a vistoria, a equipe verificou que o caminhão transportava ilegalmente uma carga com 9.000 kg de sucatas de baterias usadas (produtos perigosos) e mais 1.500 kg de alumínio. O transporte do material perigoso, segundo os dois ocupantes, residentes em Salto Del Guayra (PY), que não possuíam documentos pessoais, seria até um entreposto na cidade de Guaíra (PR), onde completariam a carga para levar aos centros industriais, mas não sabiam ainda qual destino.

O transporte do material caracteriza-se contrabando, mas também crime ambiental, devido ao transporte do produto perigoso sem a licença e ainda sem haver no veículo as placas com os rótulos de riscos obrigatórios pelas normas para o transporte de produtos perigosos, bem como outras exigências legais.

Os paraguaios, que afirmaram ter 18 e 45 anos, receberam voz de prisão e foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal de Naviraí, juntamente com o material apreendido, para responderem por crime ambiental de transporte ilegal de produto perigoso, que prevê pena de um a quatro anos de reclusão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORPO DE BOMBEIROS
Combate aos incêndios no Pantanal mobiliza 510 homens e seis aeronaves
OPERAÇÃO HÓRUS
Mais de 670 quilos de drogas foram apreendidos pelo DOF
SAÚDE
Anvisa determina recolhimento de lotes da CoronaVac
LEGISLATIVO DE MS
Projeto que reduz conta de luz está entre os previstos para a sessão desta quarta-feira