Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021
Dia da árvore - Setembro 2021
CRIME AMBIENTAL

PMA prende e autua em R$ 5 mil mais um pescador profissional e dessa vez apreende 134 kg de pescado

22 agosto 2021 - 09h30Por PM-MS

Depois de prender no dia (20) à tarde, um pescador profissional (42), residente em Bonito, e apreender 240 kg de pescado capturado ilegalmente no rio Aquidauana, além de um veículo, ontem (21), Policiais Militares Ambientais de Aquidauana prenderam outro pescador profissional por pesca predatória. A prisão ocorreu durante operação fluvial no rio Aquidauana, próximo ao porto da fazenda Itacaru, quando uma equipe abordou uma lancha de pesca profissional, de propriedade do pescador, de 59 anos, residente em Anastácio.

Ao vistoriar o freezer na lancha foram verificados 134 kg de pescado, sendo 12 exemplares de pintado, quatro exemplares de pacu, três exemplares de piraputanga, um piavuçu e dois bagres, capturados na noite anterior. Entre o pescado havia peixe com tamanho inferior e, também, superior ao permitido. Também foi encontrada uma tarrafa com malha de sete centímetros, medindo 2,80 metros de altura, petrecho este proibido até para pescador profissional, pelas características de malha e altura.

Vários exemplares de peixes também apresentavam características de terem sido capturados com petrechos proibidos de malha do tipo redes ou tarrafas (petrechos proibidos). O freezer com os 134 kg de pescado, a tarrafa e a chalana foram apreendidos. Os Policiais deram voz de prisão ao pescador e o encaminharam à Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, onde ele foi autuado em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória. A pena prevista para o crime é de um a três anos de detenção. Ele também foi atuado administrativamente e foi multado em R$ 5.000,00. O pescado será submetido a perícia e depois doado para instituições filantrópicas.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Deputados derrubam vetos a lei que suspende os despejos na pandemia
MINUTO CIDADANIA
Campanha de Enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes
CORONAVÍRUS
Setembro apresenta queda de 56% nas internações por covid em relação a agosto
ECONOMIA
Dívida Pública sobe 1,57% em agosto e aproxima-se de R$ 5,5 tri