terça, 16 de abril de 2024
NAVIRAÍ

Polícia Civil incinera 417,4kg de pasta base avaliada em R$ 25 milhões de reais

01 junho 2022 - 14h50Por PC-MS

A Polícia Civil, por meio da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Naviraí, incinerou a droga apreendida no dia 27 de maio, em propriedade rural situada em Itaquiraí. A droga foi apreendida, juntamente com três fuzis e diversas munições de grosso calibre, no interior de uma aeronave, após um pouso de emergência. O piloto que não possui licença para comando de aeronave acabou preso cerca de 7 km do local e atuado em flagrante, após ter fugido do local e dispensado o GPS que fazia uso para sua navegação.

O Ministério Público e a Perícia criminal acompanharam a incineração.

Apreensão de drogas e armas

Após o DRACCO (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado), por meio de ações sistêmicas e especializadas constantes contra o crime organizado, principalmente envoltas na prática do crime por modal aéreo, tomar conhecimento do desvio de rota e pouso de emergência da aeronave BONANZA, prefixo PP BAR, que havia decolado da fronteira, imediatamente foram acionados policiais civis da Delegacia Regional de Naviraí que se dirigiram ao local para preservação do local, conseguindo agilidade na localização e prisão do piloto que havia fugido do local, embrenhando no meio do canavial existente na localidade, chegando a uma fazenda nas imediações, localizada há cerca de 7 km do local do pouso.
Policiais militares também se dirigiram ao local dos fatos após conhecimento do pouso de emergência.
Policiais civis do DRACCO deslocaram se até o local, onde assumiram a ação inicial e a apuração criminal, por envolver organização criminosa e tráfico de drogas (modal aéreo), previstos como de sua competência conforme DECRETO n.º 15.493/2020 que trata da criação do DRACCO e suas competências apuratórias especializadas. As investigações encontram se em andamento e tramitam em sigilo.

Perícia Especializada e Remoção da Aeronave para o DRACCO em Campo Grande 

Hoje (1º), equipe policial composta inclusive por pilotos policiais da Seção de Operações Aéreas e também por perito especialista em fato material aeronáutico do Instituto de Criminalística, realiza perícia específica na aeronave e seus componentes e promove a remoção da aeronave desmontada e transportada por meio do guincho da DRP de Dourados, até o hangar do DRACCO em Campo Grande MS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

50+

Funtrab e rede supermercadista lançam 'Feirão da Empregabilidade' para contratação de profissionais

DETRAN-MS

Curso especial para condutores infratores ultrapassa 90% de aprovação

DESENVOLVIMENTO

Com R$ 3,2 bilhões, MS teve aumento de 227% nos investimentos públicos nos últimos três anos

TRAGÉDIA

Mãe e filho morrem e três ficam feridos em acidente no domingo de Páscoa