Menu
Busca sábado, 17 de abril de 2021
Faculdade columbia - Matrículas abertas 2021
DOIS IRMÃOS DO BURITI

Polícia Civil prende casal em flagrante por suspeita de tráfico de drogas

11 março 2021 - 10h30Por PC-MS

Na manhã desta quarta-feira (10), policiais civis da Delegacia de Dois Irmãos do Buriti abordaram um homem, de 22 anos, em via pública, e com ele encontraram uma porção de pasta base de cocaína. Ele afirmou ter comprado a droga de uma mulher de 19 anos.

Uma equipe de policiais civis diligenciou até o endereço da suspeita, a qual já estava sendo monitorada por praticar reiteradamente o crime de tráfico de drogas desde o ano passado.
Em meados de dezembro de 2020, a suspeita foi presa em flagrante pelo delito de Tráfico de Drogas, porém foi colocada em liberdade, e assim continuou praticando a venda de entorpecentes, visto que não possui nenhuma atividade lícita para garantir sua subsistência.

Assim que os policiais chegaram em frente à casa da suspeita, a mesma estava na porta dos fundos e foi realizada busca pessoal, tendo sido encontrado no bolso do short um saquinho de plástico contendo diversas porções de pasta base de cocaína, embaladas e preparadas para venda, além de certa quantidade em dinheiro.

A equipe entrou na residência e encontrou seu convivente, recém posto em liberdade, pois estava cumprindo pena em regime fechado pelo delito de Tráfico de Drogas no presídio local.

Após busca minuciosa no local, foram encontradas, em um pote pequeno de plástico, algumas porções de pasta base de cocaína e maconha, as quais também já estavam embaladas e prontas para o comércio. Foi encontrada na bolsa da suspeita certa quantidade de dinheiro espécie em diversas notas, e um pote com diversas moedas, o que também caracterizam a venda de substância entorpecente, além de petrechos utilizados para o preparo e venda da droga, tais como tesouras, plásticos, sacolas, colher, faca, e papel filme.

Na cozinha foram encontradas três sacolas contendo aparentemente folhas de maconha, um pote de vidro com substância análoga a skank, duas porções já embaladas de substância análoga à maconha, e um cigarro preparado de maconha.

Os autores foram questionados sobre os entorpecentes e assumiram sua propriedade, tendo, então, sido conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil para as providências cabíveis.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS
Reinaldo Azambuja assina carta dos governadores à ONU por mais vacinas
GERAL
Inpe cria plataforma gratuita de dados do solo brasileiro
REGIÃO
Ladrão de bancos do Paraguai é preso quando fugia para o Brasil
INTERNACIONAL
Princípe Philip é sepultado neste sábado em cerimônia restrita