Menu
Busca sexta, 18 de junho de 2021

Polícia incinerou quase 2 toneladas de entorpecente em Chapadão do Sul

Polícia incinerou quase 2 toneladas de entorpecente em Chapadão do Sul

27 abril 2012 - 14h40
Hora da Noticia


Quase duas toneladas de entorpecentes foram incineradas nesta quinta-feira (26), por volta das 15 horas nos fornos que alimentam as caldeiras na Empresa IACO Agrícola, distante cerca de 40 km de Chapadão do Sul (MS) onde a droga estava armazenada na delegacia de polícia. O delegado que está respondendo pela unidade policial, Cleverson Alves dos Santos informou que essa foi a maior queima realizada em Chapadão. De acordo com ele o entorpecente estava avaliado em 1.5 milhão.

Foram utilizados cinco fornos que operavam no momento da queima a uma temperatura de aproximadamente 500 graus Celsius onde foram queimados 1.9 mil e novecentos quilos de maconha e 1.2 um quilos e duzentas gramas entre cocaína, crack e haxixe.

A operação foi acompanhada pelo promotor de justiça da comarca de Chapadão, Rodrigo Brandão. Ele destacou o entrosamento entre as policias no combate ao tráfico e elogio o trabalho dos comandantes da Polícia Militar e do delegado. “Esse trabalho é fundamental, serve como aviso aos traficantes e mostra o poder de fogo da polícia que está muito atuante na nossa região”, finalizou.

Toda a droga foi transportada por um veículo da Secretaria de Obras do Município com um forte aparato policial do COB (Comando de Operações do Bolsão) Polícia Militar local e Polícia Civil. Todo o entorpecente foi apreendido em operações na Rodovia BR 060 e também em operações na cidade.

O trabalho foi acompanhado por outras autoridades, entre elas o comandante do Corpo de Bombeiros Militar capitão Aldinei e o comandante da Polícia Militar, tente Silva. O trabalho foi acompanhado pelos profissionais da Vigilância Sanitária do Município, Marina Rodrigues e Sandro Elias de Souza e o Perito Criminal Rolman Felipe.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
Neno Razuk solicita construção de um Pronto-Socorro no Hospital Regional de Ponta Porã
DIREITOS HUMANOS
Número de crianças vítimas de acidente de trabalho cresceu 30% em 2020
PGE
PGE publica resolução que padroniza compra e venda de imóvel
SAÚDE
Transmissão de doenças respiratórias está elevada em quase todo o país