Menu
Busca segunda, 14 de junho de 2021

Segundo a polícia, o acusado é presidiário e cumpria pena no regime semi-aberto

Segundo a polícia, o acusado é presidiário e cumpria pena no regime semi-aberto

16 dezembro 2011 - 17h35
Mercosulnews

Investigadores do SIG (Serviço de Investigações Gerais) da Polícia Civil de Ponta Porã identificaram e prenderam na tarde desta quinta-feira (15) o assaltante Ramiro Pereira Duarte, de 22 anos, reconhecido como sendo o homem que no último dia 3, após render e ameaçar funcionários e clientes, assaltou uma casa lotérica no centro de Ponta Porã.

O crime ocorreu por volta das 10h50min, quando o acusado entrou na fila que chegava à porta, como se fosse um cliente comum. Ele chegou a ser chamado pelo caixa ao lado, mas recusou, dizendo que preferia aquele caixa que estava à sua frente. Ao ser atendido, o elemento sacou de uma arma e anunciou o assalto, mandando que a funcionária passasse todo o dinheiro do caixa.

Em seguida foi até o outro caixa, bateu com a arma no balcão e mandou que todos os que ali ficassem tranqüilos, recolhendo também o dinheiro que havia no guichê. Em seguida o bandido saiu correndo na direção de Pedro Juan Caballero (Paraguai), levando consigo R$ 3.624,00. A Polícia Militar foi chamada, mas não conseguiu localizar o assaltante.

A partir da queixa do crime investigadores do SIG deram início as investigações e ontem conseguiram identificar, localizar e prender Ramiro Duarte. Foi então que os policiais descobriram que ele é presidiário e vinha cumprindo pena em regime semi-aberto em Ponta Porã pelo crime de tráfico de drogas.

As vítimas foram chamadas ao 1º Distrito Policial e reconheceram o assaltante, “sem sombra de dúvidas”, como sendo o autor do roubo do dia 3. O marginal foi indiciado pelo crime de assalto à mão armada (roubo qualificado pelo emprego de arma de fogo) e o fato foi comunicado ao Juízo de Direito das Execuções Penais de Ponta Porã.

Por determinação da Justiça, o assaltante teve regressão do regime semi-aberto, motivo pelo qual foi encaminhado à Unidade Penal ‘Ricardo Brandão’, onde permanecerá cumprindo pena no regime fechado e ainda responderá pelo novo delito, o que pode lhe render mais alguns anos de cadeia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
No interior do país, acesso à vacina de covid-19 mobiliza quilombolas
AGRICULTURA FAMILIAR
"Não coma menos, coma melhor": através da Agraer, alunos de Angélica recebem alimentos do PNAE
CAMPO GRANDE
Homem é encontrado morto com três ferimentos de tiros
Crime ocorreu na noite deste sábado
ESPORTES
Após idas e vindas, Copa América começa neste domingo, no Brasil