Menu
Busca sábado, 25 de setembro de 2021
Cerro Alegre Empreendimentos Imobiliários
INVESTIGAÇÃO

Técnica de enfermagem denuncia colega por usar carimbo e falsificar assinatura em vacinação em MS

Segundo a investigação, a técnica de enfermagem disse que a suspeita "já teria feito isso em outras oportunidades". Além da polícia, Sesau também vai instaurar procedimento para apurar o caso

06 maio 2021 - 12h30Por G1 MS

Uma técnica de enfermagem, de 40 anos, procurou a polícia, nessa quarta-feira (5), em Campo Grande, para denunciar uma colega, que também atua na mesma área em que ela. Segundo a denúncia, a suspeita teria usado o seu carimbo profissional e também falsificado a assinatura para conseguir a liberação no processo de vacinação contra a Covid-19.

Neste caso, ocorrido na Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) Nova Bahia, a suspeita usou o carimbo, onde consta o nome e número de registro do conselho, além de representar a rubrica da vítima, com a intenção de conseguir a vacina para uma pessoa que esteve no local. No entanto, esta pessoa, que não teve a identidade revelada, não estava dentro do grupo de vacinação.

Segundo a investigação, a técnica de enfermagem disse que a suspeita "já teria feito isso em outras oportunidades". Nessa quinta-feira (6), o boletim de ocorrência deve ser encaminhado para Delegacia Especializada em Repressão a Crimes de Defraudações e Falsificações (Dedfaz).

"O boletim de ocorrência vai ser encaminhado hoje e vamos instaurar o inquérito, analisando primeiro a documentação que já foi juntada. Com a declaração inicial, é possível que existam outros casos e também vamos entrar em contato, para saber como está o procedimento na Sesau [Secretaria Municipal de Saúde", disse ao G1 o delegado Geraldo Marim, responsável pelas investigações.

O caso foi registrado como falsificação de documento publico. A pena para este crime varia de um a três anos de reclusão, além de multa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Microempreendedores têm menos de uma semana para regularizar dívidas
CRIME AMBIENTAL
PMA autua arrendatário paulista em R$ 32 mil por derrubar árvores e enterrar a madeira ilegalmente
ECONOMIA
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em maio
OPERAÇÃO HÓRUS
Camionetes com mais de duas toneladas de maconha foram recuperadas pelo DOF