Menu
Busca terça, 11 de maio de 2021

Câmara de Vereadores rejeita proposta de mudança na eleição da mesa

11 dezembro 2012 - 14h00
A Gazetanews



Por cinco votos a três foi rejeitada, na sessão dessa segunda-feira, 10 de dezembro, o projeto de resolução legislativa que modificaria o sistema de eleição da mesa diretora da Câmara Municipal de Amambai.

Atualmente o presidente e a mesa diretora da Casa de Leis são trocados anualmente, porém a composição da mesa para os quatro anos da legislatura são votados já na primeira sessão, neste caso no dia 1 de janeiro de 2013, durante a cerimônia de posse.

Pela proposta, de autoria do vereador Valter Brito da Silva (PSD), o sistema administrativo da mesa mudaria radicalmente. O mandato do presidente da Câmara passaria para dois anos com direito a reeleição a contar já de 1 de janeiro de 2013.

Quando entrou com o projeto na Casa, há duas semanas, o autor apostava na aprovação já que, em teoria, teria a maioria, mas diante da posição do vereador Osvaldo Machado Franco, o “Coconho” (PR), que não se reelegeu, em votar contra, por entender que a mudança não deveria ocorrer em final de mandato, o autor pediu a retirada da votação em regime de urgência especial na sessão do dia 26 de novembro e deixou tramitando até a sessão dessa segunda.

Nas comissões o projeto recebeu parecer favorável, já que é legal, mas politicamente acabou derrotado na tribuna da Casa de Leis.

Ao ver que o projeto seria rejeitado pelos demais vereadores, Valter Brito ainda tentou tirar a matéria de pauta instantes antes de ir para a votação em plenário, mas o pedido de retirada foi rejeitado pelos vereadores contrários a mudança.

Votaram contra o projeto, além de Coconho, os vereadores, Cristino Toledo (PDT), Carlos Roberto Batista do Nascimento, o “Carlinhos” (PPS), Anílson Rodrigues de Souza, o “Prego” (PSB) e o vereador Robertino Dias, do PSDB.

Deram voto favorável a mudança, além do autor do projeto de resolução legislativa, vereador Valter Brito, os vereadores, Luciney Bampi (PV) e Daniel Riquelme (PTB).

O presidente da Casa de Leis, vereador Roberto Rojo Rodrigues, o “Roberto Protético” (PSD) é regimentalmente impedido de votar. Ele só vota em caso de empate na votação dos demais vereadores.

Com manutenção do sistema acordo será mantido

Com a manutenção do sistema atual de eleição da mesa diretora da Casa de Leis, o acordo firmado entre os sete vereadores, entre eles eleitos e reeleitos, que fazem parte da base de sustentação da futura administração em Amambai, deverá ser mantido até o dia 1 de janeiro, onde será sacramentado com a votação regular.

Com isso a população do município já passa a conhecer quem serão os parlamentares que estarão a frente da direção da Câmara Municipal no decorrer de toda a legislatura 2013/2016.

Veja a composição da mesa da Câmara para a legislatura 2013/2016

Primeiro ano (2013)

Presidente- vereador Carlos Roberto Batista do Nascimento, o “Carlinhos” (PPS)

Vice-presidente- vereador Robertino Dias (PSDB)

1º secretário- vereador Ailton Salgado Rosendo (PSB)

2º secretário- vereador Deivid Nicoline (PPL)

Segundo ano (2014)

Presidente- vereador Robertino Dias (PSDB)

Vice-presidente- vereador Jaime Bambil (PTdoB)

1º secretário- vereador Deivid Nicoline (PPL)

2º secretário- vereador Anílson Rodrigues de Souza, o “Prego” (PSB)

Terceiro ano (2015)

Presidente: vereador Jaime Bambil (PTdoB)

Vice-presidente- vereador Ilzo Arce (PTdoB)

1º secretário- vereador Ailton Salgado Rosendo (PSB)

2º secretario- vereador Carlos Roberto Batista do Nascimento, o “Carlinhos” (PPS)

Quarto ano (2016)

Presidente- vereador Anílson Rodrigues de Souza, o “Prego” (PSB)

Vice-presidente- vereador Deivid Nicoline (PPL)

1º secretário- vereador Ilzo Arce (PTdoB)

2º secretário- vereador Ailton Salgado Rosendo (PSB)

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÁFICO DE DROGAS
Polícia Civil apreende mais de 680kg de drogas após perseguição à veículo que saiu de Ponta Porã
CORRUPÇÃO ATIVA
Polícia Civil cumpre mandado de prisão contra homem que tentou subornar funcionário público
SAÚDE
Anvisa orienta suspensão de vacina da AstraZeneca para grávidas
LEGISLATIVO
Deputado Neno Razuk destina R$40 mil em emendas parlamentares a Instituição Juliano Varela