Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
Jardim Itatiaia
LEGISLATIVO

Capitão Contar pede apoio ao Governo Federal para disponibilização de medicamentos

22 março 2021 - 16h15Por Assessoria de Imprensa

O Deputado Estadual Capitão Contar enviou na sexta-feira (19), um ofício ao Ministério Da Saúde, para que disponibilize os medicamentos para o tratamento precoce da Covid-19, na rede pública de saúde. 

No ofício, Contar explica que Mato Grosso do Sul está diante de uma situação assustadora! Com falta de leitos, medicamentos, profissionais de Saúde e imposição de restrições que impedem a população de trabalhar e manter o sustento de suas famílias.   

Em outro trecho do ofício diz:

“Estamos falando em cerca de R$ 493 milhões de reais decorrentes de suspensão do pagamento da Dívida do Estado com a União, R$ 6,5 bilhões de recursos transferidos para o Estado e Municípios e R$ 1,6 bilhões destinados para saúde. Tais recursos deveriam estar totalmente investidos no sistema de saúde, evitando a morte de pessoas, além de preservar o funcionamento das empresas do Estado e a manutenção dos empregos. Temos que destacar que Mato Grosso do Sul poderia sim ter investido todo esse recurso Federal em saúde, pois durante a Pandemia ainda contou aumento da arrecadação tanto com relação ao ICMS da agropecuária e agroindústria, como nos combustíveis, já que possuímos um dos impostos mais altos do País. Conforme dados do Portal da Transparência, durante a Pandemia, o incremento na arrecadação foi de mais de 16%, já que a receita saltou de R$ 15,6 bilhões para 18,2 bilhões”.

O parlamentar reforça o apelo: “Com o colapso da saúde e a constatação de que não há disponibilização de medicamentos para população peço que nos ajudem, enviem os medicamentos e não recursos em dinheiro”, completa.     

Em declaração recente disse ainda, “Estou propondo para o Ministro da Saúde que, disponibilize os remédios para o tratamento precoce, gratuitamente, para toda população, sem depender da ingerência e por que não dizer da incompetência dos estados e municípios”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Falta de material e custos impactam a indústria da construção
ECONOMIA
Cai tempo médio para abertura de empresas no país
Prazo era de 5 dias e 9 horas em 2019 e hoje está em 47 horas
LEGISLATIVO DE MS
Neno Razuk solicita a Sejusp a compra de veículos para patrulhamento rural em Ponta Porã
MARACAJU
Polícia Militar apreende mais de meia tonelada de entorpecentes