Menu
Busca sábado, 25 de setembro de 2021
CARBONERA - JULHO, AGOSTO E SETEMBRO
LEGISLATIVO

"Estou brigando na justiça há meses para que o pedido de impeachment venha a plenário"! Diz Contar

19 março 2021 - 07h45Por Assessoria de Imprensa

“Quem dera! Que todos os requerimentos protocolados nesta Casa, também, fossem tratados com a mesma celeridade. Assim Senhor Presidente, não ficaria parecendo que adotamos um peso e duas medidas, sobretudo, nas questões internas corporis, aqui da Assembleia Legislativa” com este pronunciamento o Deputado Estadual Capitão Contar (PSL), justificou seu voto na sessão plenária realizada na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, nesta quinta-feira (18).  

O questionamento do Deputado é legítimo, desde outubro de 2020 ele tem tentado pautar o pedido de impeachment na Assembleia Legislativa, sem sucesso. Em decisão da Presidência da Assembleia, o tema foi rejeitado, impedindo que o plenário pudesse analisar e votar o pedido. 

Capitão Contar questionou a diferença no tratamento dado à tramitação de requerimentos na Alems. “Eu estou há meses brigando na justiça para que o pedido de impeachment do Governador, Reinaldo Azambuja, também viesse a plenário e, que fosse votado aqui pelos Deputados. Como estamos fazendo nesse momento. Sem que sumariamente, fosse rejeitado. Assim como o meu, esse requerimento do Partido Progressista (PP) é legítimo também. Está tudo certo, com o que estamos fazendo aqui. Com um detalhe! Essa matéria deu entrada semana passada e já está sendo votada agora.”

Na justificativa para rejeitar o pedido de impeachment protocolado pelo Deputado Capitão Contar, o presidente da Assembleia considerou “ausência de justa causa”, recusando liminarmente seu prosseguimento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Microempreendedores têm menos de uma semana para regularizar dívidas
CRIME AMBIENTAL
PMA autua arrendatário paulista em R$ 32 mil por derrubar árvores e enterrar a madeira ilegalmente
ECONOMIA
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em maio
OPERAÇÃO HÓRUS
Camionetes com mais de duas toneladas de maconha foram recuperadas pelo DOF