Menu
Busca terça, 20 de abril de 2021

Governador eleito deve fechar o segundo escalão somente após a posse

Governador eleito deve fechar o segundo escalão somente após a posse

01 janeiro 2015 - 08h00Por .
O governador diplomado de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, disse na manhã desta quarta-feira, dia 31 de dezembro, ao jornal Correio do Estado que irá fechar o segundo escalão da administração direta (diretores de fundações e autarquias) depois da posse. "A equipe deve ficar completa nos próximos dez dias", adiantou.

Entre os nomes confirmados para o segundo escalão estão:

Nelson Cintra (ex-prefeito de Porto Murtinho) para a Fundação de Turismo;

Gerson Claro (PDT) para o Detran;

Rodrigo Ribeiro (coordenador da campanha do tucano) será responsável pela comunicação;

Rudel Trindade (ex-diretor da Agetran de Campo Grande) está confirmado para diretor da MS Gás;

Até o momento, 12 dos 13 secretários do primeiro escalão foram anunciados. Resta apenas o titular da pasta de produção. "Estou decidindo ainda. Mas deve ser anunciado amanhã [data da posse]", afirmou Azambuja.

Secretários confirmados

Eduardo Riedel - Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica

Sérgio de Paula - Casa Civil

Márcio Monteiro - Secretaria de Estado de Fazenda

Carlos Alberto de Assis - Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização

Maria Cecília Amendola da Motta - Secretaria de Educação

Nelson Tavares - Secretaria de Saúde

Silvio César Maluf - Secretaria de Justiça e Segurança Pública

Rose Modesto - Secretaria de Direitos Humanos, Inclusão e Assistência Social

Maria do Carmo Avesani Lopes - Secretaria de Habitação

Athayde Nery - Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendimento e Inovação

Jaime Verruck - Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente

Ednei Marcelo Miglioli - Secretaria de Infraestrutura

Deixe seu Comentário

Leia Também

COTAÇÃO
Dólar fecha em leve alta após mudanças no Orçamento
POLÍTICA
Câmara: plantio de maconha para fins medicinais tem parecer favorável
REGIÃO
Polícia Militar no Distrito do Boqueirão apreende 1,5kg de maconha
POLÍTICA
CFM diz no Senado que não aprova tratamento precoce contra covid-19