Menu
Busca quinta, 13 de maio de 2021

Operações da PF não tiveram interferência política, diz ministro

Operações da PF não tiveram interferência política, diz ministro

04 dezembro 2012 - 14h10
Folha de São Paulo

O ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) negou que a Polícia Federal sofra interferência política em suas operações. Ele afirmou que apesar de a PF ser um órgão subordinado ao seu ministério, nenhuma das duas operações recentemente deflagradas pelo órgão tiveram interferência dele.

Cardozo presta esclarecimentos em audiência pública realizada pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara nesta terça-feira (4) sobre a operação Porto Seguro deflagrada pela PF.


"Sempre que pessoas do mundo político ou econômico são investigadas há muita tensão, controvérsia e confusões", disse o ministro."Mas afirmo aqui que nenhuma dessas operações é fruto de instrumentalização do ministro da Justiça e nem de descontrole da Polícia Federal", disse.

Segundo o ministro, há anos a PF evoluiu de um status de polícia de governo para se tornar, de fato, uma polícia de Estado, "sem qualquer interferência política".
Cardozo disse ainda que o ministro da Justiça só toma conhecimento das operações no momento em que elas ocorrem normalmente. Em relação à Operação Porto Seguro, o ministro disse que foi informado de maneira genérica, no dia anterior, de que haveria uma operação envolvendo um órgão do governo.

"Ainda na quinta-feira (22), informei a presidente Dilma Rousseff que haveria uma operação da PF no dia seguinte envolvendo órgão do governo, mas sem detalhes, porque eu não os tinha naquele momento", afirmou Cardozo.

Segundo o ministro, ele manteve a agenda na mesma quinta-feira e viajou para Fortaleza, onde seria o anfitrião de um encontro de ministros do Mercosul. "Somente na manhã de sexta-feira, de volta a Brasília, tive um encontro com o doutor Leandro Daiello Coimbra, diretor-geral da Polícia Federal, em minha residência, e aí pude tomar conhecimento do teor de todos os mandados que haviam sido cumpridos naquele dia", disse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MIRANDA
Polícia Militar tira duas armas de fogo irregulares de circulação
LEGISLATIVO
Deputados devem votar quatro projetos em segunda discussão nesta quinta-feira
SAÚDE
Novo lote de vacinas da Pfizer chega ao Brasil
CORUMBÁ
Polícia Militar evita suicídio de homem, e o prende após violência doméstica