Menu
Busca domingo, 11 de abril de 2021

Por agenda positiva, Dilma privilegia rádios regionais

29 agosto 2011 - 13h00
Por agenda positiva, Dilma privilegia rádios regionais

Folha.com

Em meio à sucessão de escândalos em Brasília, a presidente Dilma Rousseff mudou sua política de comunicação para tentar impor uma agenda positiva ao governo.

Desde o início de julho, ela reservou duas horas e 52 minutos a entrevistas para rádios regionais, nas quais driblou a crise para fazer propaganda e prometer obras e benefícios sociais aos ouvintes.

Isso equivale a dez vezes o tempo que dedicou no mesmo período para atender à imprensa diante de gravadores: apenas 17 minutos, fatiados em cinco ocasiões.

O tom chapa-branca das falas no rádio segue orientação do Planalto, que escolhe as emissoras, empresta equipamentos e pede aos entrevistadores que só perguntem sobre temas da região.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
PMA de Aquidauana captura terceiro jacaré passeando pelas ruas da cidade neste ano
INTERNACIONAL
China quer trabalhar com o Brasil para promover parceria estratégica
FÁTIMA DO SUL
PMA fecha serralheria por emissão de sons acima do previsto em lei prejudicando a vizinhança
AÇÃO DE GOVERNO
Ritmo das obras intensifica no Estado, com mais de 80 trabalhos só na área urbana