Menu
Busca terça, 03 de agosto de 2021

Com nova logomarca, jornal Diário MS completa 18 anos

16 setembro 2011 - 15h00
Com nova logomarca, jornal Diário MS completa 18 anos


Douradosnews

O jornal Diário MS completou ontem 18 anos de circulação. Chegando à maioridade, o Diário MS movimenta um grande capital mensal (despesa contra receita), considerando uma folha com cerca de 130 funcionários, parque gráfico, distribuição, ativo/passivo, entre outros encargos. Um órgão de imprensa contribuindo, sobremaneira, com a informação gráfica no Estado. Comemorando a data, o jornal apresenta sua nova logomarca, a qual traz agregada um ícone que, segundo a direção, deverá se transformar no identificador do veículo de comunicação que tem sede em Dourados e que circula em Mato Grosso do Sul.



O jornalista Alfredo Barbara Neto, que desde abril passado é o único proprietário da empresa costuma dizer que “montar um jornal é praticamente como construir uma família, que começa com os pauteiros, que passa para os repórteres, fotógrafos, que entregam para os editores e, posteriormente, à diagramação. É um processo que se transforma em um conjunto, para o desenvolvimento de bom trabalho”.



Depois, explica ele, “passamos ao processo de composição, fotolitos, placas e impressão, para concluir com a distribuição na casa de cada eleitor”. É uma ousadia criar e dar cara a um jornal, diz o diretor-jornalista, mesmo que para isso seja preciso perder alguns finais de semana, feriados, “enfim, morar dentro do prédio que abriga o parque gráfico”.



Ciente de que os meios de comunicação estão se adaptando com uma velocidade muito maior nos últimos anos, Alfredo Barbara Neto investe em um grande projeto. Mudar a “cara” do jornal, ou melhor, cria uma “cara nova”. Aumenta a circulação no Estado, com uma análise mais detalhada dos grandes acontecimentos. Para tanto, dispõe de uma equipe empenhada no jornalismo responsável e realmente informativo. Como enfatiza Barbara Neto, “antes de ser um negócio, o jornal deve ser visto como um serviço público”.



O Diário MS completa seu 18º aniversário com uma grande mudança: ganhou “força”. Com isto, pretende estimular o leitor. O jornal se moderniza, acompanha o desenvolvimento. O leitor se sente mais confortável para ler, o bom conteúdo de sempre, com nova roupagem. Quem lê, diariamente, vai ler, agora, com mais conforto.



Jornal surgiu da junção de 3 semanários

O Diário MS é resultado da junção de três semanários: Panfleto, Jornal do Vale e Zangão. Juntos, deram origem ao Diário do Povo. A primeira edição deste novo diário circulou em 15 de setembro de l993, sob um ambiente de grande expectativa. O primeiro editorial: “Nasce uma nova era”. Na capa, uma foto aérea da cidade de Dourados, com uma manchete convidativa: “Bom dia Dourados e região”.



Aos poucos se consolidou como o jornal da região. Principalmente, a mesma região que assistiu a fecundação dos três embriões. A mesma região que, por aceitação e incentivo, criava o lema do Diário do Povo: “O jornal de integração regional”.



A credibilidade, a seriedade e o profissionalismo no trato da notícia, cada vez mais, fortaleciam este veículo e o projetava no Estado, garantindo seu espaço na imprensa sul-mato-grossense.



Uma ‘marca’ homônima em Campinas (SP) obrigou a direção trocar o nome do jornal. Nasceu o Diário MS, denominação criada pelo próprio diretor (e fundador do jornal) Vitoriano Carbonera Cales, que desejava uma marca abrangente e não limitada somente a uma região do Estado. A primeira edição com o novo nome ocorreu em 13 de dezembro de 2000, com dois cadernos coloridos e impressos em papel sulfite.



DIÁRIO MS

Com 18 anos de fundação, o Diário MS circula de segunda à sexta-feira, em todo o Estado. Mantém sucursais em várias cidades, além de repórteres locais, de Dourados, que se deslocam para prestar atendimento em inúmeros municípios.



Circula com capas e contracapas coloridas, em diversos cadernos, além de três cadernos semanais, em formato tablóide: o SobreRodas (quarta-feira), Diário do Campo (quinta-feira) e Boavida (sexta-feira). Desde o dia 1 de abril passado, a empresa está unicamente sob a direção do jornalista Alfredo Barbara Neto, já que a sociedade anterior foi desfeita em comum acordo entre as partes envolvidas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Ocorrências violência doméstica "evolui" e trio acaba preso por tráfico e furto pela PM
POLÍCIA
Polícia Militar apreende 61 kg de maconha em veículo furtado no estado de São Paulo
BRASIL
Vendas de automóveis têm queda de 8,4% em julho comparado a 2020
BRASILÂNDIA
Polícia Civil estoura entreposto de cigarros contrabandeados do Paraguai e prende casal