Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
COROLLA CROSS DOURAMOTORS - OUTUBRO 2021
AÇÃO DE GOVERNO

Em implantação pelo Estado, estrada de Porto Esperança levará prosperidade a comunidade isolada

11 outubro 2021 - 12h00Por Portal Governo MS

O traçado aberto pelas máquinas em meio a vegetação nativa da planície pantaneira começa a transformar em realidade um sonho de décadas da comunidade de Porto Esperança, distrito centenário de Corumbá: a implantação de uma estrada com ligação a BR-262 que tire o lugar do isolamento. A construção do acesso, de 11,2 quilômetros e custo de R$ 20,7 milhões, foi autorizada no dia 10 de agosto pelo governador Reinaldo Azambuja, em visita ao povoado.

A abertura da estrada, a cargo da empresa Equipe Construtora, começou em um trecho próximo à rodovia federal, de onde se avista a movimentação de operários e máquinas. Os trabalhos iniciais consistem em marcação do seu eixo e topografia, que está praticada concluída (85%). Dois quilômetros da via já foram abertos e recebe serviço de nivelamento para implantação do aterro, que chegará a 3,5 metros em alguns pontos.

Caminhões começam a movimentar material para terraplenagem do primeiro trecho

O acesso a Porto Esperança pela BR-262 terá uma interseção no cruzamento com a rodovia a uma distância de 6,5 quilômetros da ponte sobre o Rio Paraguai (sentido Miranda-Corumbá), no Porto Morrinho. Será uma estrada de revestimento primário recebendo dois tipos de materiais: camadas de cascalho e resíduos de minério de ferro cedidos pela mineradora Vale, que opera porto fluvial no distrito. O projeto inclui, ainda, duas pontes de concreto e bueiros.

Antecipar conclusão

A sonhada estrada foi projetada distante da margem do Rio Paraguai levando em consideração as grandes inundações que ocorrem na região, conhecida como Nabileque. O antigo acesso, aberto pelos próprios moradores, margeia o rio sem infraestrutura e torna-se intransitável na cheia e quando chove. O solo é característico do Pantanal: argila saturada (acúmulo de água), que se apresenta úmida mesmo nas condições atuais de seca extrema no bioma.

Mais de 2 km de estrada já foram abertos na planície pantaneira. Acesso terá 11,2 km, da BR-262 à comunidade tradicional

“Vai trazer algumas dificuldades operacionais para trabalhar o solo e levantar a estrada”, aponta Maykon Lennon, engenheiro da obra. Trabalhando em duas frentes com serviços de topografia e terraplenagem e 30 trabalhadores, a construtora pretende antecipar a conclusão da estrada (o prazo contratual é de um ano), a pedido do governador Reinaldo Azambuja. “Vamos acelerar a obra para aproveitar o período de estiagem”, disse Lennon.

Para o governador, a implantação da estrada representa o resgate de Porto Esperança, citando as dificuldades de acessibilidade do povoado nos tempos atuais. Segundo a presidente da associação de moradores, Natalina Mendes, uma viagem de ida e volta a Corumbá custa em média R$ 300,00, incluindo barco e ônibus. “Quando alguém fica doente é um Deus nos acuda, pois nem todo morador tem condições de pagar o transporte pelo rio”, lamenta ela.

Mudança completa

“O governador está trazendo prosperidade para nossa comunidade, uma maneira ilustre da gente viver a vida”, agradece Natalina. Moradores mais antigos, Jorgina Guató e Sérgio Matos, ambos com 70 anos, já sonham em ampliar a pequena pousada da família na beira do Rio Paraguai para atrair os pescadores esportivos “Agora vai melhorar, a estrada vai trazer o turista e prosperidade”, aposta Jorgina. “Com o fim do trem (de passageiros) ficamos sem direção.”

O secretário estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel, considera o investimento em infraestrutura primordial para proporcionar qualidade de vida e alavancar o desenvolvimento de uma comunidade até então sem perspectivas. “É uma mudança completa, um resgate da sociedade histórica em Mato Grosso do Sul. A população merece, eles estão isolados, por conta da falta de acesso. Será uma transformação na vida desses moradores", afirmou.

Estrada está sendo implantada à esquerda da BR-262, 6,5 km da ponte sobre o Rio Paraguai, no sentido Miranda-Corumbá

Autor do pedido aprovado na Assembleia Legislativa para construção da estrada, o deputado Evander Vendramini disse que a representatividade política que Corumbá sempre buscou está valendo a pena porque o Governo do Estado tem sido um grande parceiro. “É uma obra emblemática para a comunidade tradicional e o governador foi sensível com a situação de isolamento. A estrada potencializará Porto Esperança como polo turístico”, disse o parlamentar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Parentes de vítimas da covid-19 fazem relatos e pedem mudanças na lei
SAÚDE
Congresso Nacional faz homenagem ao Dia do Médico
CIDADANIA
Governo do Estado inicia capacitação de policiais civis para atendimento à população LGBT+
SAÚDE
Dia D do Outubro Rosa destaca prevenção ao câncer de mama em MS